Chuva com granizo atinge bairros de Curitiba e famílias precisam de atendimento de emergência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Residência da Cidade Industrial (CIC) precisou recorrer ao fornecimento de lona plástica emergencial. (Foto: Divulgação/SMCS)

Após a forte chuva com granizo que ocorreu na manhã desta segunda-feira (16) e atingiu diversos bairros da capital, a Defesa Civil de Curitiba precisou atender três residências com fornecimento de lona plástica emergencial. Equipes da Guarda Municipal estão sendo mobilizadas para os atendimentos desses três casos, registrados nos bairros Cajuru (dois deles) e CIC.

Houve, ainda, uma prestação de socorro atendida por guardas municipais do núcleo Boa Vista a uma família no Atuba para a retirada de uma pessoa acamada de uma residência com risco de alagamento. Equipes da prefeitura foram mobilizadas para prestar o atendimento à família.

A queda de granizo atingiu, principalmente, os bairros Cajuru e CIC, de acordo com a Defesa Civil. Nas últimas 24 horas, a precipitação acumulada é de 38mm, registrados na estação pluviométrica localizada no bairro São Braz pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, com rajadas de vento de 17,3 km/h.

LEIA TAMBÉM:

Servidores municipais continuam de prontidão acompanhando possíveis novas ocorrências para prestar o devido atendimento à população. Quem precisar se comunicar com a prefeitura sobre estragos provocados pela chuva deve utilizar o telefone 156 da Central de Atendimento ao Cidadão, pelo site (www.central156.org.br) ou pelo aplicativo do serviço. O atendimento é feito por ordem de chamada e também de acordo com a gravidade da situação relatada.

A Defesa Civil registra as ocorrências que chegam ao município pelo telefone de emergência 199 (alagamentos) e também pelo 156 (que registra as solicitações para retiradas de árvore) e pelo 153 (Centro de Operações da Guarda Municipal para fornecimento de lona). Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193 resgate) e pela Copel (falta de luz).

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X