Como realmente economizar na ceia de Natal; confira na coluna Educação Financeira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Promoções de Natal

Laura Döring

blank
Para realmente economizar nas festas, procure com calma desde já e compre separadamente para ter economia real no dia da ceia. (Foto: Divulgação/Freepik)

Olá querido leitor tudo bem?

Já percebeu que quando vamos ao supermercado para procurar alguma promoção específica, muitas vezes não economizamos como gostaríamos?

Além de comprarmos muitas vezes mais do que o necessário, essas promoções, chamadas promoções chamarizes, são acompanhadas de produtos complementares, que normalmente estão mais caros para suprir aquele valor abaixo do que o mercado está acostumado a praticar. E isso não acontece apenas no Natal, no nosso cotidiano percebemos promoções de leite às segundas-feiras, ou então cerveja nos finais de semana.

Mas como isso acontece?

blank
As promoções chamarizes são acompanhadas de produtos complementares, que normalmente estão mais caros para suprir aquele valor abaixo do normal. (Foto: Divulgação/Freepik)

A cerveja

Vou dar o exemplo da cerveja. Ela chega dos fornecedores ao preço unitário de R$ 2,19 e o mercado coloca em promoção ao preço de R$ 2,09. Mas faz sentido? Mas qual o sentido disso? O mercado não estaria perdendo dinheiro? Teoricamente sim, se o mercado vendesse apenas esse produto e mais nenhum outro. Porém, como a promoção é chamariz, quem vai ao mercado fazer essa compra, acaba levando mais produtos, que estarão com preços um pouco mais altos do que normalmente praticados, para compensar essa margem negativa deixada pelo preço da cerveja. E ainda trazendo mais pessoas o saldo final fica mais positivo do que se não tivesse feito a promoção.

Vale lembrar que algumas empresas como as cervejarias não aprovam esse tipo de promoção, pois elas zelam pelo preço médio praticado no mercado. Quando isso acontece, aplicam multas e até cortam o fornecimento, porém, mesmo assim o mercado faz, assume o risco e tem saldo positivo.

E no Natal?

blank
Às vezes buscamos uma promoção específica, mas compramos outros itens e não economizamos como gostaríamos. (Foto: Divulgação/Freepik)

O Chester, o Peru e o Tender em promoção têm a mesma função de promoção chamariz, pois chama o cliente, que faz todas as compras das festas baseadas naquele único produto. E o que acontece no fim? Não economiza o que imaginou que economizaria ou pela comodidade de comprar tudo no mesmo local ou por não ter noção que esse tipo de promoção existe.

Então, se você quer realmente economizar nas ceias das festas, procure com calma desde já as promoções dos produtos menos perecíveis e compre separadamente para ter economia real no dia da ceia. Deixe os produtos mais perecíveis como frutas para o dia ceia, pois nesse dia, o mercado normalmente faz promoção para vender tudo que não vendeu até aquele momento.

LEIA TAMBÉM:

Mas cuidado, estacionamentos, gasolina, transporte, compras paralelas só vão fazer você ter mais trabalho e no final pode acabar gastando mais do que economizar. Para economizar realmente é preciso primeiro ter organização sobre o que quer economizar, a partir daí separar o teto máximo que gostaria de gastar e, em seguida, ter foco no seu planejamento.

Com isso, terá uma ceia recheada e com a economia que desejou para esse ano.

Um beijo e até a próxima coluna.

blank

Lembre-se: a cada 15 dias você pode conferir a #dicadalaura no Instagram e no Facebook do Portal Reinaldo Bessa.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Laura Doring

blank

Administradora de empresas, pós graduada em vendas e marketing pela FAE, especialista em gestão comercial pela Fundação Getúlio Vargas, e neurovendas pela Esic de Madrid. Atua como especialista em consultoria financeira, previdência privada, consórcio, corretagem de seguros, agente de investimento e gestora de equipe de vendas.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Laura Doring

blank

Administradora de empresas, pós graduada em vendas e marketing pela FAE, especialista em gestão comercial pela Fundação Getúlio Vargas, e neurovendas pela Esic de Madrid. Atua como especialista em consultoria financeira, previdência privada, consórcio, corretagem de seguros, agente de investimento e gestora de equipe de vendas.

X