Curitiba prepara projeto de lei para compra de vacinas via consórcio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Mais de 100 cidades já confirmaram a participação no consórcio para compra de vacinas contra Covid-19. (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Curitiba já enviou o formulário de adesão ao consórcio que será formado por municípios brasileiros para a compra de vacinas e prepara o projeto de lei que prevê a sua participação no projeto coletivo de aquisição de imunizantes. A expectativa é que o consórcio seja formalizado em assembleia no próximo dia 22 de março. O cronograma foi apresentado em reunião virtual com participação de 300 cidades, incluindo representantes de pelo menos 15 capitais.

Mais de 100 municípios já manifestaram interesse em participar. Cada um terá que aprovar nas respectivas casas legislativas o projeto autorizando o ingresso no consórcio. A ideia é que a iniciativa se some às vacinas disponibilizadas pelo plano nacional de imunização do governo federal. Curitiba vem fazendo um trabalho de aproximação com os laboratórios para viabilizar a aquisição tanto individual como coletiva.

LEIA TAMBÉM:

Curitiba reservou R$ 100 milhões vindos do Fundo de Estabilização e Recuperação Fiscal para compra de vacinas. Para os municípios, a vantagem do consórcio é garantir escala de compra, o que pode gerar melhores negociações, e, ao mesmo tempo, evitar uma competição entre os municípios pela vacina.

Atualmente, no mundo, há dez vacinas aprovadas e mais de 256 em fase de testes. São 74 em desenvolvimento clínico e 182 em fase pré-clinica.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X