Curitibano faz carreira no Google e cria rede de apoio a jovens que querem trilhar o mesmo caminho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Vanda Ramos

Pedro Piccoli está há 7 anos no Google e hoje é Gerente de Estratégia e Operações de Negócios, em Nova York (Foto: Arquivo Pessoal)

O engenheiro de produção curitibano Pedro Piccoli, de 34 anos, é a prova concreta de que com foco, persistência e confiança pode-se chegar onde quiser. Atualmente ele ocupa o cargo de Cloud GTM Strategy and Operations Manager no Google Cloud (Gerente de Estratégia e Operações de Negócios) em Nova York.

O caminho até este destino foi bem traçado por ele. Formado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Pedro trabalhou durante os anos de faculdade na empresa de computadores Dell, de onde saiu ao terminar a graduação para atuar como engenheiro no ramo de construção civil e manufatura.

“Fiquei nesta área por dois anos, mas minha experiência na Dell me mostrou o que realmente me inspirava”, conta. Foi então que ele decidiu voltar para a área de Tecnologia, mas determinado a trabalhar na melhor empresa do segmento, o Google. “Quando vi a vaga anunciada no Linkedin, percebi que ela tinha o meu perfil. Já havia tentado por duas vezes ingressar na empresa, mas desta vez minha experiência era perfeita para a vaga”, lembra.

Após um longo e concorrido processo seletivo, Pedro foi contratado para trabalhar como Analista de Estratégia e Operações de Vendas para a América Latina, em 2014, em São Paulo. Ali, ele definiu seu caminho. “Na segunda semana de trabalho falei pra mim mesmo: em menos de dois anos estarei trabalhando na sede da empresa no Vale do Silício”. E a auto promessa se cumpriu. Em 2016, Pedro foi transferido de São Paulo para…o Vale do Silício, na Califórnia.

 Lá, se tornou responsável pelos processos de vendas globais, atuando com planejamento estratégico, implementação de sistemas e engenharia de processos de vendas. Em 2017 ficou à frente dos processos de negociação de contratos entre o Google Cloud e o cliente final e em 2019 foi transferido para Nova York, onde assumiu o cargo que ocupa até hoje. O trabalho dele tem impacto direto nos resultados do Google Cloud, que tem crescido em torno de 50% ao ano, atingindo uma receita de U$ 5 bilhões no terceiro trimestre de 2021.

Inspirando e orientando

A trajetória de Pedro Piccoli é inspiradora e, como ele mesmo diz, é um caminho que pode ser trilhado por qualquer um que tenha determinação, vontade de extrapolar os horizontes e trabalhar em outros lugares do mundo. Foi isso que o motivou a criar, em 2015 a Minuano, uma rede de apoio de orientação profissional para jovens do Sul do Brasil, ajudando os que estão próximos de se formar a se preparar para o mercado de trabalho e se tornarem protagonistas de suas histórias.

“Começamos a rede com sete profissionais que trabalhavam em grandes empresas. Duas questões nos levaram à criação da Minuano. A primeira é que percebíamos que os jovens estudantes de alto potencial não tinham ideia de onde podiam chegar e a segunda é que nem nós sabíamos do nosso potencial e possíveis carreiras que nossa educação nos possibilitava”, conta.

LEIA TAMBÉM:

Hoje, a rede, que não tem fins lucrativos, já conta com mais de 100 profissionais no mundo todo entre mentores e mentorados. Alguns jovens já atuam em instituições reconhecidas internacionalmente como o MIT (Massachusetts Institute of Technology), Wharton School, na Filadélfia, e London Business School (LBS). No Brasil os mentorados já ocupam cargos em empresas como o Nubank, Vale, Heineken, McKinsey, BCG, Bain & Company e BTG.

Todo ano a Minuano faz um processo seletivo para novas turmas de mentorados. Os aprovados recebem um mínimo de um ano de mentoria. Mais informações em www.minuano.net.br.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X