DESKTOP

Diretor de hospital desmente morte de Jorge Samek

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
Jorge Samek foi o diretor brasileiro da Itaipu Binacional que mais tempo ocupou o cargo. (Foto: Divulgação)

Não procede a informação de que o ex-diretor geral da Itaipu Binacional, Jorge Samek, morreu nesta quarta-feira (17), no Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. A notícia da morte circulou em grupos de whatsapp no final da tarde. Porém, foi desmentida ao portal pelo médico Marco Antônio Caron, um dos diretores do hospital, onde Samek foi internado nesta terça-feira (16) em estado grave, sendo levado imediatamente para a UTI e intubado. Segundo Caron, embora seu estado seja grave, ele está reagindo bem aos medicamentos, sob ventilação mecânica. Ainda segundo Caron, Samek tem chances de sobreviver.

Samek, de 65 anos, testou positivo para Covid-19 após uma viagem e estava internado há 14 dias em outro hospital, mas foi transferido para o Angelina Caron. Desde então, o hospital tem recebido ligações de amigos de Samek, entre eles o ex-presidente Lula e o ex-governador Roberto Requião.

Jorge Miguel Samek fez parte dos governos Lula e Dilma. Filiado ao PT desde 1990, foi diretor geral brasileiro da Itaipu Binacional durante 14 anos e três meses, sendo o que mais tempo ficou no cargo.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

4 comentários em “Diretor de hospital desmente morte de Jorge Samek”

  1. blank
    Marcos vinicius Ferreira Mazoni

    Grande Samek. Criou o parque tecnológico de foz do Iguaçu…a universidade latino-americana e varias ações de proteção ambienta da região

  2. blank

    Nenhuma estatal deve ser gerida por políticos.
    14 anos fazendo política dentro da empresa.
    Verdadeira lástima para a sociedade e ao negócio em si.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X