Dulcineia Novaes recebe homenagem da Câmara Municipal pelos 40 anos de jornalismo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Dulcineia Novaes: “Ser negro no Brasil é resistir, é persistir, é insistir todos os dias” (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

A jornalista Dulcineia Novaes, que há 40 anos trabalha na RPC, afiliada da Rede Globo no Paraná, foi homenageada nesta segunda-feira (22) durante a aprovação do Plano Municipal de Igualdade Étnico Racial na Câmara Municipal. Dulcineia, que começou na Folha de Londrina e depois se mudou para Curitiba. recebeu um voto de congratulações e aplausos pela trajetória profissional.

Na tribuna da Câmara de Vereadores de Curitiba, a jornalista disse estar emocionada e que era uma honra estar no Legislativo e poder falar, ainda mais no dia da aprovação do primeiro Plano de Igualdade Étnico-Racial da capital do Paraná.

“Ser negro no Brasil é disputar acirradamente uma vaga no mercado de trabalho, porque as oportunidades são desiguais, e da mesma forma acontece no mundo corporativo, nas funções e nas promoções. Ser negro no Brasil é as pessoas olharem para você e dizerem ‘nossa, como você é inteligente’, como se os negros não pudessem ser dotados de inteligência”, disse Dulcineia.

LEIA TAMBÉM:

O autor da homenagem foi o vereador Herivelto Oliveira (Cidadania), colega de profissão e que trabalhou com ela durante vários anos na RPC. “Coincidiu de esta homenagem acontecer no Mês da Consciência Negra”, comentou o vereador, que também é negro, acrescentando que, para além desse debate, Dulcineia merece o reconhecimento da cidade pela profissional que é.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X