Empresas de construção civil de Curitiba comemoram bons resultados, mesmo com a pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Apartamento decorado do All Batel localizado na sede da GT Building, no Seminário. (Foto: Divulgação)

A pandemia do coronavírus parece não estar afetando a construção civil no país, como outros setores da economia. Duas empresas de Curitiba – uma construtora e uma incorporadora – estão com o cronograma de lançamentos em dia, e com bons resultados de vendas, apesar da retração econômica causada pela crise da Covid-19. Além de ser um dos menos impactados, as projeções para este ano são otimistas. Em 2020, ano que marcou o surgimento da pandemia, a construção civil foi responsável pelo maior índice de geração de empregos no país (10,7%), de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

João Alfredo Thomé, diretor da GT Building, uma das principais incorporadoras imobiliárias do Paraná, comemora o resultado obtido pela empresa em 2020 bem como a perspectiva positiva para este ano. “Tivemos um ano especial em 2020, entregamos três empreendimentos, um nas Mercês, outro na Água Verde e outro no Batel, e lançamos dois que tiveram muito sucesso. Isso, somado aos outros projetos em andamento, às campanhas que fizemos e à taxa Selic de 2%, nos rendeu mais de R$ 160 milhões em vendas no ano passado”, revela. No início de 2021, em menos de 15 dias, a incorporadora obteve seu primeiro sucesso de vendas. O residencial All Batel, com 294 apartamentos compactos, foi 100% vendido logo após seu lançamento. Para ele, isso confirma que o mercado imobiliário vive um ótimo momento. No caso específico do All Batel, fortalece uma tendência que tem crescido: investimento em locação por temporada.

O All Batel, empreendimento da GT Building, foi 100% vendido logo após seu lançamento. (Foto: Imagem virtual)

LEIA TAMBÉM:

De acordo com Thomé, 2021 deve ser ainda mais promissor. “Temos entre seis e oito lançamentos previstos com potencial de empreendimentos atingindo R$ 700 milhões neste ano, que considera os empreendimentos novos e os apartamentos em estoque. Então, acreditamos piamente na força do mercado imobiliário e em como a construção civil pode ajudar a alavancar a economia”, afirma.

Residencial de luxo no Batel

O novo empreendimento anunciado pela construtora A.Yoshii, Quintessence, será construído na Rua Alferes Ângelo Sampaio, no Batel. (Foto: Imagem virtual)

A construtora A.Yoshii, com origem em Londrina, também acaba de anunciar seu quinto empreendimento de luxo em Curitiba. Localizado no Batel, o Quintessence será construído na Rua Alferes Ângelo Sampaio, no Batel. Com área total superior a 4,3 mil m², o edifício vai contar com duas torres de 10 andares, sendo 36 apartamentos em cada uma, com plantas de três ou duas suítes com 151m² de área privativa e coberturas com 204m² privativos. Além disso, oferecerá inúmeras áreas de lazer, valorizando o “morar bem”, algo que se tornou ainda mais importante desde o surgimento da pandemia. O projeto conta com adequações que surgiram a partir de 2020 por causa da Covid-19, entre elas espaço maior para receber encomendas, incluindo uma área refrigerada.

De acordo com o presidente da construtora, Leonardo Yoshii, um dos grandes diferenciais do empreendimento é a localização, em uma das regiões mais bem servidas da cidade. “Este condomínio trará o nosso conceito de bem-estar e qualidade de vida, que estarão traduzidos em todos os espaços”, diz Yoshii. No final de julho, a construtora entregará o La Serena, na Praça da Espanha, empreendimento constituído por duas torres com 13 pavimentos cada e quatro coberturas (R$ 5 milhões cada). O residencial será entregue com todas as unidades vendidas.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X