Escalada da pandemia na cidade faz prefeitura adiar a 39ª Oficina de Música de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Uma nova data para a realização da 39ª Oficina de Música será avaliada (Foto: Divulgação)

Em razão da escalada vertiginosa de casos de Covid-19 nesta última semana, a prefeitura de Curitiba e a Fundação Cultural da cidade decidiram adiar a realização da 39ª Oficina de Música, inicialmente programada para acontecer de 16 a 30 de janeiro. Uma nova data será avaliada assim que o cenário epidemiológico permitir. A Secretaria Municipal da Saúde registrou, nesta terça-feira (11), 1.787 novos casos e dois novos óbitos nas últimas 48 horas. As novas vítimas são uma mulher e um homem com idades entre 53 e 85 anos.

A Fundação Cultural de Curitiba esclarece que a edição de 2022 foi planejada em um cenário anterior à chegada da nova variante omicrôn, que se desenhava bem mais positivo e favorável à realização do evento, que previa aproximadamente 200 outros eventos pela cidade, entre concertos, shows, espetáculos, aulas, exibição de filmes e outras programações em teatros, igrejas e ao ar livre, como parques e praças.

Outra razão para o adiamento é a de que nos últimos dias alguns artistas convidados relataram ter apresentando sintomas de Covid-19 ou tiveram contato com pessoas positivadas. A logística de transporte aéreo necessário para o deslocamento de uma parte dos músicos da Oficina de Música também é uma incerteza do momento, já que muitas companhias aéreas estão cancelando ou adiando voos.

Artistas locais

A Fundação Cultural de Curitiba informa que vai planejar um novo formato do evento, ainda no decorrer deste ano caso o cenário da pandemia permita, para contemplar especialmente os artistas locais convidados. Os valores das inscrições para os cursos de música pagos pelos alunos serão restituídos pela organização da Oficina.

LEIA TAMBÉM:

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 309.871 moradores de Curitiba testaram positivo para a Covid-19 desde o início da pandemia. A cidade tem no momento 8.007 casos ativos, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. Também nesta terça-feira, a taxa de ocupação dos 65 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 está em 57%. Restam 28 leitos livres. A taxa de ocupação dos 161 leitos de enfermarias SUS Covid-19/SRAG está em 74%. Há 42 leitos vagos.

Números totais

Confirmados: 309.871
Casos ativos: 8.007
Recuperados: 294.040
Óbitos: 7.824

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X