Estudo aponta que 53% dos acidentes de trânsito em Curitiba envolvem motociclistas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

As motos respondem por 11,02% da frota de Curitiba, mas aparecem em 53% dos acidentes registrados. (Foto: Arquivo pessoal)

Um levantamento feito pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) revelou que os motociclistas estão entre as maiores vítimas dos acidentes de trânsito em Curitiba. De acordo com análise que levou em conta os últimos meses, dos 2.267 registros feitos, 1.206 tiveram envolvimento direto de motos, o que representa 53,2% dos casos.

Os dados apontam um aumento de 2,02% em relação ao mesmo período do ano passado. O número de mortes passou de oito para dezenove, no comparativo entre 2020 e 2021. A pandemia é apontada como um dos motivos para essa alteração significativa, já que o volume de serviços de entrega se fez necessário.

O número de acidentes com mortes de motociclistas dobrou em comparação com o ano passado. (Foto: BPTRAN-PR)

Segundo o Departamento de Trânsito do Estado (Detran), as motos já representam 11,05% da frota de 1.485.557 veículos automotivos que circulam em Curitiba. Apesar de estarem em menor número quando comparadas aos carros, as motocicletas aparecem em 65,8% dos acidentes registrados nos primeiros seis meses do ano.

Perfil dos motociclistas

Para entender melhor quem são os condutores que se envolvem em acidentes, o BPTran também fez uma análise qualitativa de cada ocorrência, verificando as características das vítimas. O estudo revelou que o público masculino, com idade entre 18 e 40 anos, foi o que mais se envolveu em acidentes graves e com morte. O levantamento demonstrou que 12 das 19 mortes pertenciam a esta faixa etária, assim como 633 dos 934 feridos.

As recomendações de segurança para evitar acidentes de trânsito abrangem a direção, o uso de equipamentos adequados e, principalmente, o respeito ao próximo. Um exemplo de medida que exige cautela dos condutores de motos são os corredores entre veículos frequentemente usados pelos motociclistas para fugir de congestionamentos.

O uso de capacete, além de ser item obrigatório, precisa estar ajustado e afivelado, com a viseira baixada. Os cuidados com a moto também são importantes, principalmente com relação às luzes de sinalização e sistema de freios em dia. Há ainda alguns recursos que podem ser adicionados, como a antena corta fio, que protege o piloto de fios de cerol ou outros tipos de objetos que possam atingi-lo durante a condução da moto.

O BPTran realiza Blitz em diversos pontos da capital com foco na segurança do trânsito. (Foto: Soldado Ismael Ponchio)

O BPTran tem realizado várias blitzes educativas e intensificado a fiscalização de equipamentos de segurança e documentação das motocicletas, com foco na redução de acidentes e aumento da segurança do trânsito.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X