FAS acolhe mais de 965 pessoas por noite neste fim de semana

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Prefeitura acolhe mais de 930 pessoas por noite no fim de semana. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

A Prefeitura acolheu, em média, 965 pessoas em situação de rua por noite neste fim de semana, quando foi realizada o segundo trabalho intensificado da Ação Inverno – Curitiba que Acolhe deste ano. Desde o início da pandemia, quando o município ampliou o atendimento 24 horas, aproximadamente 800 pessoas passaram a usar diariamente os abrigos do município.

Por causa da previsão de queda das temperaturas, em função de uma massa de ar frio que chegou ao Estado, a FAS intensificou o trabalho de busca e abordagem social às pessoas que estavam nas ruas desprotegidas.

Desde as 18 horas da última sexta-feira (11) até a manhã desta segunda-feira (14), foram 2.896 atendimentos a essa população. Quase 1.030 deles foram feitos a pessoas que procuraram espontaneamente as casas de passagem coordenadas pela Fundação de Ação Social (FAS).

O maior número de atendimento foi registrado neste domingo (13), quando 1.019 pessoas foram acolhidas pela prefeitura, sendo que 406 procuraram espontaneamente o serviço e 103 foram encaminhadas pelas equipes da FAS. As demais são atendidas permanentemente nas unidades de acolhimento institucional e hotéis sociais do município, onde moram até que consigam a autonomia necessária para deixar as ruas.

Na sexta-feira, 938 pessoas foram acolhidas pelo município e, no sábado, 939.

Balanço

Durante as três noites com ação intensificada, a FAS realizou 474 abordagens sociais a pessoas em situação de rua para oferecer acolhimento. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

Durante as três noites com ação intensificada, a FAS realizou 474 abordagens sociais a pessoas em situação de rua para oferecer acolhimento. Deste total, 262 delas foram solicitações por meio da Central 156 ou telefone. Em 72 situações, os educadores sociais estiveram no endereço indicado, mas já não havia ninguém no local.

De todos que foram abordados, 233 aceitaram acolhimento. Mesmo com frio e a equipe oferecendo atendimento, 223 pessoas se recusaram a ir para os abrigos, onde podem dormir em camas, tomar banho quente, receber roupas limpas e se alimentar, à noite e pela manhã. Como estavam com pouco agasalho, 13 delas receberam cobertores para se proteger do frio.

Em função do estado de saúde, a FAS precisou encaminhar quatro pessoas para atendimento médico. Por apresentar sintomas gripais, uma pessoa foi levada para uma das unidades de isolamento do município.

LEIA TAMBÉM:

Por terem animais de estimação, nove pessoas foram abrigadas em unidades que possuem canis. Foram feitos 20 acolhimentos de cachorros e quatro de gatos.

Depois de conversarem com as equipes, quatro pessoas retornaram para suas famílias.

Ação intensificada

Com a previsão da continuidade do frio, a FAS manterá ações intensificadas até a noite desta terça-feira (15).  Esse trabalho é desenvolvido sempre em que há previsão das temperaturas serem iguais ou abaixo de 9 graus.

Dezesseis equipes participam da ação, que acontece das 18 às 22 horas. Depois deste horário o trabalho é feito por sete equipes e segue o cronograma da Central de Encaminhamento Social, que funciona 24 horas.

A população também pode ajudar quando vir algum morador de rua desprotegido, basta ligar para 156 ou acessar o aplicativo Curitiba 156.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X