Fim da Substituição Tributária deve reduzir preços de produtos no Paraná, entre eles o vinho; empresários do setor comemoram

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O empresário Luiz Groff, da In Vino Veritas (Foto: Portal Reinaldo Bessa)

Comerciantes e empresários do setor de alimentos e bebidas estão comemorando a retirada de 60 mil itens do regime de Substituição Tributária pela Secretaria da Fazenda do Paraná. Em vigor desde o dia 1º de novembro, a medida fez com que milhares de produtos, entre eles vinhos, que eram tributados na origem, passassem a ter a arrecadação escalonada dentro da cadeia comercial. A cobrança do ICMS desses produtos deixou de ser antecipada desde que a Substituição Tributária foi adotada em 2013, gerando muitas críticas e queixas de importadores de bebidas, por exemplo. Além de vinhos, saíram da lista, entre outros itens, biscoitos, bolachas, massas, waffles, pizzas, azeites de oliva, margarinas, óleos refinados, frutas e vegetais congelados, conservas de produtos hortícolas, doces e geleias.

“Apesar do pouco tempo, já causou uma baixa nos preços”, disse o presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio Geara. Para o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e vice-presidente da Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio), Paulo Pennacchi, a mudança na cobrança do ICMS garante mais competitividade às empresas paranaenses. Segundo ele, como Santa Catarina já não usava esse sistema, os principais clientes do atacado, as microempresas, estavam se abastecendo no estado vizinho.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Carlos Valter Martins Pedro, também comemorou a decisão do governo estadual. Para ele, o impacto efetivo da medida sobre a indústria deverá ser sentido nos próximos meses.

Vinho mais barato

Outra área que comemora a saída do regime de Substituição Tributária é a de vinhos. O empresário Luiz Groff conta que depois que o sistema foi adotado até mesmo algumas lojas e restaurantes fecharam as portas ou deixaram de oferecer a bebida aos clientes. “A retirada [da ST] foi vital”, afirmou. Groff avalia que o encarecimento dos vinhos por conta da Substituição Tributária abriu caminho para a concorrência desleal e o contrabando de bebidas. Desobrigados de antecipar o pagamento do ICMS sobre o produto, que comprometia o capital de giro das empresas, importadores de vinho avaliam que o preço da bebida pode cair até 15% nos próximos meses.

Veja Também

11 comentários em “Fim da Substituição Tributária deve reduzir preços de produtos no Paraná, entre eles o vinho; empresários do setor comemoram”

  1. When I originally commented I seem to have clicked on the -Notify me when new comments are added- checkbox and
    now whenever a comment is added I get 4 emails with the same comment.

    There has to be a means you are able to remove me from that service?
    Kudos!

  2. Hi, Neat post. There’s an issue along with your
    site in internet explorer, would test this?
    IE nonetheless is the marketplace leader and a big component to other people will pass over your great
    writing because of this problem.

  3. Hi! Someone in my Facebook group shared this
    site with us so I came to check it out. I’m definitely loving
    the information. I’m book-marking and will be tweeting this to my followers!
    Outstanding blog and amazing style and design.

  4. Hi, I do believe this is an excellent website. I stumbledupon it 😉
    I will come back once again since I book-marked it.

    Money and freedom is the greatest way to change,
    may you be rich and continue to help others.

  5. I’m not sure why but this site is loading very slow for me.
    Is anyone else having this problem or is it a problem on my end?
    I’ll check back later and see if the problem still exists.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X