Fiscalização interdita 14 pontos comerciais e dispersa 1,2 mil pessoas em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

As equipes fecharam 14 estabelecimentos comerciais em vários bairros de Curitiba. (Foto: SESP)

As equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) fiscalizaram 25 pontos comerciais de Curitiba no fim de semana e 14 foram interditados por irregularidades. A ação também dispersou 1.260 pessoas que estavam nos locais abordados, desrespeitando as medidas de segurança contra o novo coronavírus. O balanço se refere às operações realizadas entre sexta-feira (16) e domingo (18).

Nos três dias de ação as equipes estiveram em dezenas de bairros da capital, atendendo denúncias sobre pessoas e estabelecimentos comerciais que desrespeitavam o decretos do governo estadual e do município com medidas de combate à Covid-19. Ao todo, foram lavradas 36 autuações administrativas. Houve abordagens a 47 pessoas e 44 veículos, além de emissão de 86 autos de infração de trânsito pelos policiais e agentes municipais.

LEIA TAMBÉM:

Várias pessoas estavam sem máscaras em aglomerações dispersadas pelas equipes. Os flagrantes ocorreram, principalmente, nos bairros da região Sul, como Sítio Cercado e Novo Mundo. Em todos os casos os policiais militares orientaram, dispersaram os grupos e encaminharam os responsáveis para aplicação de termo circunstanciado.

Entre as diversas ações houve a interdição de um bar na madrugada de sábado (17) no bairro Sítio Cercado, onde estavam em torno de 75 pessoas. Os agentes municipais aplicaram duas multas com valor total de R$ 45 mil ao responsável pelo evento.

Agentes multaram os estabelecimentos quer promoveram aglomerações de pessoas. (Foto: SESP)

Em outro estabelecimento no Hauer, 65 pessoas foram encontradas sem máscaras e utilizando narguilé. Uma multa de R$ 50 mil foi aplicada ao responsável. Ainda no sábado, os policiais militares foram até uma casa noturna no Batel, onde havia cerca de 170 pessoas aglomeradas. O estabelecimento recebeu multa de R$ 50 mil pelo desrespeito às medidas sanitárias.

Já no domingo, foi dispersada uma aglomeração de mais de 100 pessoas que estavam em um bar no bairro Novo Mundo. O responsável pelo ponto comercial foi encaminhado para registro de termo circunstanciado por infringir medida sanitária, perturbação do sossego e prática de jogos de azar – esta última contravenção foi constatada com a localização uma máquina caça-níquel no bar.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X