Fronteiras abertas para brasileiros na Suíça; país vacinou toda população contra a Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Lucerna é considerada uma síntese da Suíça, por reunir as principais características do país em uma só cidade. (Foto: Divulgação)

A Suíça completou uma semana de fronteiras abertas. Com o sucesso no controle interno da Covid-19 a Suíça segue flexibilizando as medidas de segurança em vigor. O país não exige mais o trabalho remoto e suspendeu a obrigatoriedade de uso de máscaras ao ar livre. Os restaurantes tem permissão para acomodar quantas pessoas quiserem juntas e eventos de grande escala com certificados COVID serão permitidos sem restrições de capacidade ou do número de pessoas presentes.

A semana foi cheia de novidades e esclarecimentos aos agentes de viagens e turistas interessados em visitar o país desde o anúncio feito na última semana sobre a abertura de fronteiras para brasileiros totalmente imunizados. O país lançou uma plataforma virtual para facilitar as consultas dos viajantes: https://travelcheck.admin.ch/home basta inserir o país de origem e condições, e será informado se o viajante está ou não autorizado a entrar no país.

 Como maior cidade do país, Zurique é um centro gastronômico, financeiro e cultural da Suíça. (Foto: Divuolgação)

Os visitantes que foram completamente imunizados com duas doses da vacina (ou vacinas de dose única) nos últimos 12 meses tem permissão para entrar na Suíça sem precisar fazer o teste PCR ou cumprir quarentena, a regra é válida para viagens desde 26.06.2021. As vacinas aceitas atualmente são aquelas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde: BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac, Sinopharm e Serum Institute of India.

Berna é a capital da Suíça,e todo centro histórico da cidade é protegido pela UNESCO. (Foto: Divulgação)

Informações importantes aos brasileiros

·       Após a segunda dose da vacina é permitida a entrada no país no mesmo dia. Os imunizados com a vacina do laboratório Janssen precisam aguardar 22 dias após a data da vacinação para embarcar.

·       Necessário que a última dose da vacina (ou dose única) tenha sido nos últimos 12 meses – no caso da Janssen são 12 meses e 22 dias.

·       Caso o viajante tenha a intenção de seguir a partir da Suíça para outros países, serão válidas as regras do país de destino.

·       Para passageiros em trânsito/ conexão é necessário verificar as regras com a cia aérea.

·       Ao entrar na Suíça os contatos dos viajantes serão solicitados para controle de dados.

·       Crianças até 16 anos acompanhada pelos pais são isentas de comprovação de vacinação.

·       Passageiros entre 16 e 18 anos não precisam apresentar o certificado de imunização, somente teste PCR negativo válido dentro das 72 horas. Menores de 18 anos não vacinados ainda não estão autorizados a entrar no país desacompanhados.  

·       Para a comprovação de vacinados brasileiros, basta apresentar o comprovante de vacinação juntamente com passaporte. Necessário conter as informações:  nome, data de nascimento, data da vacina, nome da vacina administrada e nome e endereço do local de vacinação. Qualquer documento válido em território nacional é aceito.  

·       Para retornar ao Brasil é necessário sempre apresentar o teste PCR negativo.

Para a comprovação da vacina, uma sugestão é a plataforma ConectSUS, onde é possível emitir o certificado de vacinação digital com QR Code. Para aqueles que já foram totalmente imunizados a plataforma também disponibiliza o certificado em espanhol e inglês. Lembrando que a responsabilidade de alimentar a plataforma do SUS é do local da vacinação.

Brasileiros convalescentes ou somente apresentando PCR negativo ainda não estão autorizados a visitar o país, a possibilidade de visitar a Suíça segue somente para brasileiros completamente vacinados.

Genebra é conhecida no mundo todo como a Capital da Paz, por ser sede da ONU e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha. É rodeada por vários Alpes, incluindo uma bela vista ao famoso Mont Blanc. (Foto: Divulgação)

Cidadãos Europeus

Outra informação que ficou mais clara foi sobre cidadãos europeus. De acordo com as regras informadas no https://travelcheck.admin.ch, os cidadãos que gozem do direito de “Livre Circulação”, ou seja, os cidadãos da UE/EFTA (Associação Europeia de Comércio Livre) e os seus familiares, independentemente da sua nacionalidade, poderão entrar na Suíça, vindos do Brasil, com as seguintes condições:

• Apresentar um teste PCR negativo (não mais de 72 horas) ou um teste rápido de antígeno negativo (não mais de 48 horas) antes do embarque.

• Preencher um formulário de entrada antes de cruzar a fronteira. 

• Não é necessário cumprir quarentena.

Estes cidadãos também devem seguir as regras gerais de entrada na Suíça, acessíveis através do link https://travelcheck.admin.ch.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X