Fundação Cultural confirma 39ª Oficina de Música de Curitiba para janeiro com grande programação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Inscrições para a 39ª Oficina de Música de Curitiba abrem nesta terça-feira (7). (Foto: Cido Marques)

A Fundação Cultural de Curitiba e o Instituto Curitiba de Arte e Cultura confirmaram a realização da 39ª Oficina de Música de Curitiba, que ocorrerá de 16 a 30 de janeiro, em formato híbrido, tanto na etapa pedagógica quanto na programação de espetáculos, shows e concertos abertos ao público. Um dos eventos mais importantes do país na área de formação, a Oficina de Música de Curitiba, que ocorreu integralmente de forma virtual na edição anterior, em 2022 volta a oferecer cursos presenciais descentralizados em vários espaços culturais da cidade, na região do Centro Histórico, e também com a opção on-line. A próxima edição vai homenagear o compositor Heitor Villa-Lobos em referência ao centenário da Semana de Arte Moderna.

As inscrições para os cursos de aperfeiçoamento em música erudita, antiga e popular serão abertas nesta terça-feira (7), no site www.oficinademusica.curitiba.pr.gov.br. Os valores dos cursos variam de R$ 100 (1 curso) a R$ 180 (3 cursos) para o presencial, e de R$ 30 (1 curso) a R$ 120 (pacote completo) na modalidade on-line. Para alunos, a Oficina oferece cerca de 100 cursos com aulas ministradas por professores de destaque no atual cenário musical do país e mundo. Serão 50 cursos presenciais, com o máximo de 15 vagas por turma, e outros 50 na modalidade EAD.

“A programação pedagógica atenderá a milhares de alunos, oferecendo formação individual, aliada às práticas em conjunto, em um intenso trabalho sob a tutela individual ou coletiva de aproximadamente 80 professores e artistas consagrados do cenário nacional e internacional”, diz a coordenadora geral da Oficina de Música de Curitiba, Janete Andrade.
Os cursos serão divididos nas seguintes fases: música erudita (16 a 22 de janeiro), música antiga (16 a 29 de janeiro) e música popular (23 a 30 de janeiro).

Presencial

Para os cursos presenciais será feita uma seleção. Os inscritos deverão enviar até 17 de dezembro um vídeo demostrando o nível de conhecimento para avaliação da organização do evento. A lista de aprovados será divulgada no dia 22 de dezembro, no site da Oficina de Música. A modalidade presencial contará com seis aulas por curso, sendo uma on-line, que pode ser adquirida de forma avulsa. Ou seja, quem quiser pode se inscrever apenas para a última aula de um determinado curso, que será transmitida diretamente do Teatro José Maria Santos, um dos espaços de cursos. Os cursos da modalidade EAD não terão processo seletivo e as inscrições ficarão abertas até 9 de janeiro.

Para o público

Nesta edição, a Oficina de Música de Curitiba manterá a tradição de espalhar uma programação de apresentações de concertos e shows pelos palcos da cidade, a maioria deles com entrada grátis e outra parte com preços populares. Serão cerca de 35 espaços como teatros, salas de concertos e parques que recebem a programação da Oficina de Música. A previsão da coordenação do evento é oferecer mais de 120 apresentações abertas ao público, entre espetáculos de ópera, orquestras, bandas, duos e cantores e cantoras de vários estilos.

Entre as atrações já confirmadas estão Toquinho, Renato Borghetti e o músico e compositor Cláudio Nucci. Um dos fundadores do grupo Boca Livre, Nucci participa pela primeira vez da Oficina de Música de Curitiba. A programação será complementada ainda por músicos da cena local.
A programação ainda está sendo elaborada, mas prevê muitas apresentações a céu aberto e transmissões ao vivo dos principais shows para o público poder acompanhar as atrações de casa.
Os eventos paralelos, como a Oficina Verde, a Jazztronômica e o Circuito Off pelos bares e restaurantes, também voltarão a acontecer na 39ª Oficina de Música de Curitiba, bem como a mostra temática de cinema no Cine Passeio.

Musicalização pelas Regionais

Nesta edição, a Oficina também retorna com atividades de musicalização para crianças e adolescentes em nove Regionais de Curitiba, por meio do projeto MusicaR, da Fundação Cultural de Curitiba. As inscrições são de graça e podem ser feitas pelo site www.oficinademusica.curitiba.pr.gov.br no ícone Cursos, “Musicalização-Ruas da Cidadania”.

O MusicaR nas Regionais dará a largada para a Oficina de Música. As aulas acontecerão de 10 a 14 de janeiro nas Ruas da Cidadania. São 20 vagas para crianças e adolescentes que já participam do MusicaR e outras 10 para crianças e jovens que não participam do projeto da prefeitura.

Também nesta edição, os cursos da Oficina de Música vão ocorrer dentro de 15 espaços culturais já consagrados na cidade, como a Casa Hoffmann, o Memorial de Curitiba, o Conservatório de Música Popular Brasileira, o Solar dos Guimarães, o Solar da Cultura, o prédio histórico da Universidade Federal do Paraná, o Teatro Guaíra e a Capela Santa Maria, além do Cine Passeio. Quase todos os espaços destinados aos cursos são edificações históricas recuperadas pelo programa Rosto da Cidade, da prefeitura de Curitiba.

Durante várias edições anteriores, a Oficina de Música concentrava os cursos num único espaço, como
as instalações da Pontifícia Universidade Católica (PUCPR), no bairro Padro Velho.

LEIA TAMBÉM:

Serviço:
Inscrições para a 39ª Oficina de Música de Curitiba
www.oficinademusica.curitiba.pr.gov.br

A partir de 7 de dezembro
Presencial: 1 curso (R$ 100), 2 cursos (R$ 150) e 3 cursos (R$ 180)
On-line: (curso único): R$ 30, R$ 120 (todos)

MÚSICA ERUDITA
(16 a 22 de janeiro)
50 cursos presenciais
50 cursos on-line
80 professores
Músicos destaques: os pianistas Erika Ribeiro e Cristian Budu, o spalla da Orquestra Sinfônica de São Paulo, Emmanuele Baldini; o violista Iberê Carvalho; o trompista Nikolay Genov; o violonista Everton Gloeden e os compositores Alexandre Lunsqui, Julian Maple-Oliveira e Màri Makó.

MÚSICA ANTIGA
16 a 29 de janeiro
15 cursos somente na modalidade online de Música Antiga
Professores convidados: Anna Besson (França) – flauta transversa barroca; Cecília Bernardini (Holanda) – violino; Oliver Weber (inglaterra) – violino; Kristin von der Goltz (Alemanha) e Anderson Fiorelli (Brasil/Alemanha) – violoncelo barroco

MÚSICA POPULAR
23 a 30 de janeiro
11 cursos presenciais
11 cursos on-line
Professores convidados: a pianista Debora Gurgel, o saxofonista Gabriel Schwartz, o bandolinista Henrique Araújo e o cavaquinhista Lucas Arantes e outros.

MusicaR nas Regionais
Grátis – 20 vagas por Regional.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X