Greca decreta luto oficial pela morte de Ennio Marques Ferreira, ex-presidente da FCC

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O artista plástico e crítico de arte curitibano, Ennio Marques Ferreira. (Foto: Reprodução Facebook)

O prefeito Rafael Greca decretou luto oficial nesta sexta-feira (27) pela morte do artista plástico e crítico de arte curitibano Ennio Marques Ferreira. Ele morreu ontem (26), aos 95 anos. Ennio foi presidente da Fundação Cultural de Curitiba de maio de 1976 a março de 1979, nos primeiros anos de existência da FCC, e foi o criador das mostras de gravura de Curitiba, que permaneceram no calendário de eventos da cidade por mais de duas décadas e deram origem ao Museu da Gravura Cidade de Curitiba.

Para a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, Ennio Marques Ferreira deixou uma importante contribuição para a cultura da cidade. “As Mostras da Gravura foram inegavelmente uma herança riquíssima de sua atuação, cujos resultados se refletem até hoje na identidade curitibana”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Nascido em Curitiba em 1926, Ennio Marques Ferreira foi também pintor e desenhista. Ocupou o cargo de superintendente do Teatro Guaíra, foi coordenador do Setor de Artes Plásticas da Secretaria de Estado da Cultura e do Esporte do Paraná, diretor do Museu de Artes do Paraná e da Casa Andrade Muricy. Por sua importância para a cultura do Paraná, recebeu o título de membro honorário da Academia Paranaense de Letras em 2017.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X