Prefeito Rafael Greca posta apelo de padre para curitibanos não irem às praias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Municípios litorâneos seguem decreto estadual com toque de recolher e funcionamento apenas de serviços essenciais. (Foto: Denis Ferreira Netto)

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, postou neste domingo (14) em suas redes sociais um vídeo do padre Emerson de Azevedo e escreveu: “Em apelo dramático, padre Emerson de Azevedo, pároco de São Pedro de Matinhos, suplica aos curitibanos que não desçam ao litoral. Avisa que a única Upa local está lotada e que o único hospital da região em Paranaguá, já não tem leitos. Lockdown não é tempo de férias”.

O final de semana com máxima prevista para 31 graus no litoral paranaense estimulou os curitibanos a descerem a serra em busca das praias, indo contra as orientações de redução de circulação de pessoas, distanciamento social e aglomerações. Na gravação, padre Emerson cita a necessidade de observar o lockdown de 9 dias em Curitiba para conter a nova cepa do coronavírus, muito mais agressiva e alerta que não há estrutura na rede de saúde litorânea para atendimento da população.

Padre Emerson de Azevedo mora em Matinhos, às margens da PR-508 (Alexandra-Matinhos). (Reprodução vídeo Facebook)

“Eu digo para você que está em Curitiba, fique em sua casa, deixemos para vir para a praia quando tudo melhorar. Cuidemos uns dos outros. Estamos aqui em oração, pedindo a Deus que dê força, que esta pandemia acabe. Mas precisamos também fazer a nossa parte como cristãos e cidadãos”, disse ele.

LEIA TAMBÉM:

A partir da meia-noite desta segunda-feira (15), somente moradores de Matinhos terção acesso ao município. A decisão foi tomada pelo prefeito Zé da Ecler, em reunião com secretários municipais e vereadores da cidade. O objetivo é evitar que turistas infectados pela covid-19 possam levar a doença ao litoral.

Esse tipo de medida já tinha sido adotada dia 8 de março, quando foram montadas barreiras sanitárias na entrada do município, com objetivo de impedir que turistas circulassem pelo litoral. O risco de alerta para o coronavírus aumentou para a bandeira vermelha. Por conta do novo indicativo, a exemplo de Curitiba, Matinhos entrará em lockdown, apenas com serviços essenciais autorizados a funcionar. O único hospital preparado para receber pacientes com Covid-19, em Paranaguá, está com ocupação de 100%.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X