Aumenta busca por atendimento em hospitais de Curitiba; demanda por testes de Covid-19 também é alta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Vanda Ramos

Hospital Pilar foi um dos hospitais que registrou aumento na procura por atendimento (Foto: Divulgação)

Relaxamento das medidas restritivas, festas de final de ano e verão. A combinação destes fatores contribuiu para um aumento significativo dos casos de Covid-19 em Curitiba.

Os boletins diários divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba confirmam este crescimento.  Na terça-feira (04), o número de casos diários, que era de 214, saltou para 523 nesta quarta-feira (05), um aumento de quase 145%. Já o número de casos ativos que, na terça-feira (04) era de 1594, passou para 2034 nesta quarta-feira (05), um crescimento de cerca de 28%.

E os hospitais da capital já têm sentido o reflexo desta combinação. Nos últimos dias, o Pronto Atendimento do Pilar Hospital registrou uma alta procura de pacientes com sintomas respiratórios, o que refletiu no tempo de espera por atendimento, superior ao normal. Mesma situação foi identificada nesta terça (04) e quarta-feira (05), no Hospital Onix, da rua Mateus Leme, onde pacientes com sintomas de Influenza e Covid-19 chegaram a esperar por atendimento na calçada.

Na Santa Casa de Curitiba, além da busca no Pronto Atendimento, também foi registrado um aumento na demanda por testes de Covid-19. Nesta quarta-feira (05), uma fila de carros para fazer o teste se formou desde as 7h.

Testes

Na última semana, uma das principais redes de farmácia do Brasil e de Curitiba, a Nissei, registrou crescimento de 97% na busca por esse tipo de testagem, assim como na porcentagem de resultados positivos.

Entre os dias 27 de dezembro de 2021 e 02 de janeiro de 2022, 18,6% dos testes realizados tiveram resultado positivo, enquanto nesta semana a porcentagem de positivos saltou para 29,4% – praticamente três resultados positivos para cada 10 testes realizados.

LEIA TAMBÉM:

Procurada pelo Portal, a Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias) afirmou que nos últimos dias foi identificada uma super demanda por testes e por medicamentos. “Existe uma dificuldade inclusive para repor estes estoques, porque é uma demanda acima do esperado e fora de época. Mas, apesar da grande procura, não há uma falta generalizada destes testes nas farmácias”, disse Leandro Luize, assessor da Abrafarma.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X