Hospitais particulares de Curitiba restringem atendimentos em prontos-socorros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Não há leitos de UTI disponíveis em três hospitais particulares de Curitiba nesta quinta-feira (10). (Foto: SESA)

Três hospitais privados de Curitiba estão com medidas de contenção nesta quinta-feira (10) e não estão aceitando novos pacientes nos prontos-socorros. O Hospital do Pilar, no Bom Retiro, atingiu ocupação de 100% dos leitos e em nota informou que “a instituição está no limite máximo de ocupação nos setores de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTIs), sem condições para novos internamentos”.

O Hospital Marcelino Champagnat, no Cristo Rei, está com restrições desde ontem (09). Pelo segundo dia consecutivo o estabelecimento não dá conta da demanda e quase todos os 47 leitos de UTI estão ocupados por pacientes com Covid-19. No site há um comunicado: “Pronto Atendimento: Capacidade máxima ocupada”. Mesmo com investimentos em novos leitos de enfermaria e contratação de profissionais especializados, o Marcelino Champagnat está com a capacidade de atendimento esgotada.

A mesma situação se repete no Hospital Nossa Senhora das Graças, no bairro Mercês, onde as cirurgias eletivas já estavam restritas e apenas casos graves estavam sendo aceitos. Em comunicado publicado no site, o estabelecimento alerta sobre as restrições. Em conversa pelo telefone com um dos funcionários do hospital, o portal confirmou que apenas gestantes e crianças estão sendo recebidas no pronto-atendimento. Pacientes adultos com sintomas de Covid-19 precisam passar pela triagem e apenas casos graves estão sendo priorizados.

O comunicado foi postado no site do Hospital Nossa Senhora das Graças na noite de quinta-feira (10). (Foto: Portal Reinaldo Bessa)

Situação em Curitiba

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba registrou nesta quinta-feira (10) 898 novos casos de Covid-19 na capital. O boletim aponta que das 30 mortes contabilizadas, 17 aconteceram nas últimas 48 horas. As vítimas são 16 homens e 14 mulheres, com idades entre 25 e 98 anos. Treze pessoas tinham menos de 60 anos. Curitiba está com 9.194 casos ativos na cidade, considerados potenciais transmissores do vírus.

Ocupação nos hospitais da rede pública

A prefeitura de Curitiba divulga os números relativos as hospitais da rede pública. A taxa de ocupação dos 542 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 está em 102%. Nas enfermarias, estão 746 pessoas, o que coloca a taxa de ocupação em 94%. Há 48 vagas disponíveis em toda rede de saúde.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X