DESKTOP

Hospital Sugisawa é vendido para grupo de São Paulo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O Hospital Sugisawa foi inaugurado em 2007 na Avenida Iguaçu e conta com uma área construída de mais de 14 mil m2. (Foto: Divulgação/Hospital Sugisawa)

Mais um empreendimento hospitalar de Curitiba passa a ser administrado por um grupo econômico de São Paulo. A venda do Hospital Sugisawa foi concretizada recentemente, segundo apurou a equipe do portal. O processo de transição está sendo comandado pelo diretor-geral do hospital, Fabrício Hito. Procurado, ele se prontificou a retornar a ligação, mas não cumpriu o prometido nem atendeu as outras ligações feitas.

As negociações teriam iniciado na metade do ano passado e os compradores fazem parte de um consórcio médico liderado pela Bretton Real Estate. A administração do hospital deverá ser entregue à Corvus, especializada em recuperação de empresas endividadas. Segundo disse ao portal uma fonte próxima ao hospital, o Sugisawa tinha dívidas com a Receita, além de outros débitos. Contribuiu para a venda a morte de seu fundador, Saburo Sugisawa, aos 85 anos, em 2019.

LEIA TAMBÉM:

O centro médico foi inaugurado em 2007 na Avenida Iguaçu e conta com uma área construída de mais de 14 mil m2, sendo referência em várias especialidades. Mais informações em breve.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

7 comentários em “Hospital Sugisawa é vendido para grupo de São Paulo”

  1. blank

    Muito bom Hospital…equipe médica e colaboradores. Espero que continuem honrando o passado do grande fundador e não desvinculem os profissionais.

    1. blank
      Ronaldo Mazza dos Santos

      Sempre que procuramos esse Hospital fomos muito bem atendidos, eu e familiares. Espero que os novos proprietários mantenham a tradição e honrem a memória do fundador, Dr. Saburo.

  2. blank

    Infelizmente os preços praticados pelos hospitais em Curitiba são historicamente muito baixos não permitindo que os hospitais tenham o lucro necessário para que cresçam e floresçam. Já aconteceu isso com vários hospitais. Ou o governo desregulamenta o setor da saúde ou teremos mais casos como esse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X