Ídolo atleticano, Nikão recebe título de Cidadão Honorário de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Dois dias depois de garantir ao Athletico Paranaense a conquista do bicampeonato da Copa Sul-Americana em Montevidéu, Nikão tornou-se Cidadão Honorário de Curitiba. (Foto: Carlos Costa/CMC)

O mineiro Maycon Vinícius Ferreira da Cruz, mais conhecido como Nikão, é o mais novo cidadão honorário de Curitiba. A homenagem ocorreu na segunda-feira (22) na Câmara Municipal. Proposto pelo vereador Alexandre Leprevost, o título foi entregue dois dias depois da conquista pelo Athletico Paranaense do bicampeonato da Copa Sul-Americana de Futebol. Nikão foi o grande responsável pelo feito do rubro-negro em Montevidéu no último sábado (20) ao vencer o Bragantino no estádio Centenário por 1 a 0.

“Reconhecemos sua luta, sua história e sua resiliência”, disse o presidente da Câmara, Tico Kuzma, que destacou o fato de a homenagem acontecer coincidentemente na Semana da Consciência Negra. O jogador estava acompanhado da mulher, Izabela Cruz, e dos filhos, Tiago Vinicius e João Gabriel. Kuzma disse que conhece a história de vida de Nikão e que tem respeito pela forma como ele superou dificuldades de ordem pessoal para se tornar um ídolo e um exemplo a ser seguido.

Vida transformada

O vereador Alexandre Leprevost, vice-presidente da Casa, enalteceu as qualidades pessoais e profissionais de Nikão. Ele lembrou alguns fatos da biografia de Nikão, nascido em 29 de julho de 1992, em Belo Horizonte, e criado em Montes Claros. ”Enfrentou perdas familiares, superou o vício em álcool apoiando-se na prática esportiva e no seu vínculo com a igreja. “E Deus, Nikão, fez uma nova história pra você”, disse Leprevost.

Nikão iniciou no futebol profissional no Mirassol, clube do interior de São Paulo. Posteriormente, passou por outros dez clubes até que em 14 de janeiro de 2015 passou a integrar a equipe do Athletico Paranaense. “A história de Nikão comprova que o esporte pode ser usado como um mecanismo de inclusão, diante de toda a desigualdade que se constata no país. O futebol pode transformar a vida dos atletas e de seus familiares”, afirmou Alexandre Leprevost.

LEIA TAMBÉM:

O vereador destacou que Nikão é conhecido por suas habilidades como jogador (atestada em mais de 300 partidas com a camiseta do Athletico) e também por sua ação social. Segundo ele, fora dos campos Nikão ajuda pessoas que vivem nas ruas, colabora com ações e grupos dedicados a essa causa. “E ele faz isso de forma silenciosa, modesta e não anunciada. Uma atitude discreta, como convém à verdadeira caridade”, concluiu Leprevost.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X