Jaime Lerner não furou fila da vacina, garantem pessoas próximas ao ex-governador

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O ex-governador Jaime Lerner está com sintomas leves de Covid-19 e segue em observação em seu apartamento. (Foto: Instagram)

Muita gente está questionando o fato de o ex-governador Jaime Lerner ter tomado as duas doses da vacina Coronavac/Instituto Butantã enquanto outras pessoas de sua idade ainda não tomaram a segunda dose. Mesmo vacinado, ele contraiu o vírus, que pegou de uma de suas cuidadoras. Lerner, de 83 anos, se recupera em seu apartamento, no Juvevê, de uma cirurgia de apêndice realizada em dezembro, em um hospital de Curitiba, e desde então vem fazendo diálise três vezes por semana, segundo pessoas próximas à família ouvidas pelo portal.

A primeira dose foi aplicada há um mês e a segunda no último dia 4, de acordo com o cronograma da prefeitura de Curitiba, que começou a vacinar os idosos acamados acima de 60 anos no dia 8 de fevereiro. O ex-prefeito de Curitiba e ex-governador não recebeu nenhum tipo de privilégio, mesmo porque se encontrava convalescendo da cirurgia em casa, condição que lhe dava direito à segunda imunização pelos critérios da Secretaria Municipal da Saúde.

LEIA TAMBÉM:

Ele testou positivo para Covid-19 nesta quarta-feira (10), porém, com sintomas leves. A informação foi divulgada pelo deputado estadual Michele Caputo (PSDB), que é médico e ex-secretário de Saúde do estado, durante a sessão plenária remota da Assembleia Legislativa também desta quarta-feira. Procurado pelo portal, o ex-chefe de gabinete das gestões de Lerner na prefeitura e no governo do estado, Gerson Guelmann, confirmou o diagnóstico, a forma de contágio e que ele efetivamente tomou as duas doses sem nenhum tipo de favorecimento pessoal. “O Jaime não furou a fila. Ele foi vacinado em casa por estar acamado, como qualquer outra pessoa”, disse Guelmann, uma das poucas pessoas com acesso direto ao arquiteto e urbanista.

Médico alerta para importância da vacina

Vale reforçar que a classe médica orienta mantém a orientação de se vacinar. “O que as pessoas não sabem, ou fazem questão de não saber, é que tomar vacina não significa que você não vai ter contato com o vírus, contrair o vírus e contrair a doença. É evitar casos graves da mesma. Este é o objetivo de se vacinar. A vacina evita sintomas graves e óbito. Pelo menos é para isso que elas existem”, disse o médico Eliseu Portugal sobre o fato de o ex-governador contrair o vírus mesmo tendo tomado as duas doses da vacina.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

1 comentário em “Jaime Lerner não furou fila da vacina, garantem pessoas próximas ao ex-governador”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X