DESKTOP

Campanha Janeiro Branco destaca importância da prevenção de distúrbios mentais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
A campanha Janeiro Branco foi criada por psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais da saúde com o objetivo de criar consciência de que é necessário cuidar da saúde mental. (Foto: Divulgação/Freepik)

Até 2030, a depressão será uma das principais causas de doenças no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso foi lançada a campanha Janeiro Branco, iniciativa popular criada e orientada por psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais da saúde com o objetivo de criar consciência de que é necessário cuidar da saúde mental.

Transtornos mentais, como depressão e ansiedade, agravados por abuso de álcool e outras substâncias, além de distúrbios graves e incapacitantes, como esquizofrenia e transtorno bipolar, poderão ser cada vez mais presentes na população mundial.

blank
Até 2030, a depressão será uma das principais causas de doenças no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). (Foto: Divulgação)

“O intuito da campanha é oferecer alternativas para diminuir o impacto negativo de transtornos mentais que, em alguns casos, podem ser imperceptíveis, mas que com o passar do tempo podem se transformar em verdadeiras fontes de mal-estar, tormento, isolamento e até problemas físicos de saúde”, explica César Ciongoli, CEO da BenCorp, consultoria em gestão de benefícios e saúde ocupacional. De acordo com dados da OPAS (Organização Panamericana de Saúde), as condições de saúde mental são responsáveis por 16% da carga global de doenças e lesões em jovens entre 10 e 19 anos, com um agravante extremamente preocupante: atualmente o suicídio é a terceira principal causa de morte entre adolescentes de 15 a 19 anos. Alcançar o bem-estar físico e mental é um grande desafio, tanto que diversos governos no mundo começam a adotar sistemas e políticas públicas de saúde para incentivar programas de prevenção ao adoecimento mental.

LEIA TAMBÉM:

A promoção da saúde mental permite criar circunstâncias que facilitem as pessoas a encontrar meios para adotar estilos de vida mais saudáveis. Incentivando constantemente que as pessoas não se isolem, discutindo seus problemas e procurando ajuda. É vital que as pessoas tenham consciência de que a saúde mental é algo tratável, que tem cura e que pode ser revertida, dependendo de cada caso. Pessoas com transtornos mentais tornam-se improdutivas, irregulares e ineficientes, o que pode inclusive afetar a economia de uma país. O papel do Janeiro Branco é estimular ações de psicoeducação das pessoas, fortalecendo a autoestima, autoafirmação e desenvolvimento cognitivo e intelectual.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X