Julho encerra sem óbitos por Covid-19 em 142 municípios do Paraná

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Em números absolutos, desde fevereiro deste ano o Paraná não registrava menos de 2 mil óbitos no espaço de um mês. (Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

Um levantamento da Secretaria da Saúde aponta que 142 cidades do Paraná não registraram mortes por Covid-19 em julho, o que representa 35,5% dos 399 municípios do estado. Em 89 localidades houve registro de um óbito (22,3%) e em 42 municípios (10,5%) dois óbitos. 36 municípios tiveram mais de 10. Ao todo, 1.999 mortes foram notificadas pela doença no mês passado em 257 cidades.

Em números absolutos, desde fevereiro deste ano o Paraná não registrava menos de 2 mil óbitos no espaço de um mês. Já com relação aos municípios, somente em janeiro o Estado registrou mais de 140 cidades sem notificações, ou seja, seis meses atrás. Os dados são baseados na data de ocorrência das mortes e foram analisados nesta segunda-feira (2).

Além desse recorte, o número de óbitos ocorridos em julho é 58,5% menor que as notificações de junho, quando o Paraná registrou 4.819 mortes por Covid-19. A tendência de queda, conforme o avanço da imunização, também é percebida pela redução de 55% na média móvel de mortes (comparativo com duas semanas atrás) e pela oitava semana epidemiológica seguida com remissão, o que significa que há oito semanas o número de óbitos é menor do que os sete dias exatamente anteriores.

LEIA TAMBÉM:

As cidades com mais óbitos em julho foram Curitiba (336), Londrina (125), Maringá (108), São José dos Pinhais (60) e Cascavel (57). Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.376.711 casos confirmados e 35.086 óbitos.

Segundo o balanço, três municípios paranaenses não registraram nenhuma morte por Covid-19 este ano: Boa Esperança do Iguaçu, no Sudoeste do Estado, e Guaporema e Mirador, no Noroeste. Uma cidade (Boa Esperança do Iguaçu) ainda não registrou óbitos desde o começo da pandemia (março de 2020). Ela faz parte da 8ª Regional de Saúde, de Francisco Beltrão, possui 2.470 habitantes e registra, até agora, 181 casos confirmados de Covid-19.

Guaporema, na 13ª Regional de Saúde, de Cianorte, tem 2.241 habitantes. Até agora, o município registrou 246 casos e quatro óbitos, nenhum este ano. Mirador, na 14ª Regional de Saúde, de Paranavaí, possui 2.196 habitantes e notificou, até agora, 183 casos e uma morte.

O Paraná também tem outras cidades que estão há algum tempo sem óbitos. São Pedro do Paraná, na 14ª Regional de Saúde, de Paranavaí, no Noroeste do Estado, tem um óbito notificado em 26 de janeiro. Rancho Alegre, no Centro-Oeste, não registra mortes por Covid-19 desde março. Três municípios não registram óbitos desde abril: Goioxim, Maria Helena e Paranapoema.

Nos últimos três meses (maio, junho e julho), além desses, outros nove municípios paranaenses não registraram óbitos: Braganey, Corumbataí do Sul, Francisco Alves, Itaguajé, Ivaté, Jardim Olinda, Perola D’Oeste, Pinhal de São Bento e Planaltina do Paraná.

Segundo a Secretaria de Saúde, o balanço aponta com clareza os impactos da segunda onda da pandemia no começo do ano, com a chegada da variante amazônica, mais contagiosa, num momento de vacinação incipiente. Entre março e junho, por exemplo, mais de 320 municípios registraram dias de luto, enquanto julho aponta para momento de freio na pandemia.

Não registraram óbitos em julho: Altamira do Paraná, Alto Paraíso, Alto Paraná, Alvorada do Sul, Amaporã, Anahy, Ariranha do Ivaí, Assaí, Atalaia, Barra do Jacaré, Barracão, Bituruna, Boa Ventura de São Roque, Bom Jesus do Sul, Bom Sucesso, Borrazópolis, Braganey, Brasilândia do Sul, Cafeara, Cafezal do Sul, Campina da Lagoa, Campina do Simão, Cantagalo, Capanema, Carambeí, Carlópolis, Catanduvas, Centenário do Sul, Coronel Domingos Soares, Corumbataí do Sul, Cruz Machado, Cruzeiro do Iguaçu, Cruzeiro do Sul, Cruzmaltina, Diamante D’Oeste, Douradina, Enéas Marques, Esperança Nova, Espigão Alto do Iguaçu, Farol, Fênix, Figueira, Flor da Serra do Sul, Floraí, Florestópolis, Flórida, Francisco Alves, Godoy Moreira, Goioxim, Guairaçá, Guapirama, Guaporema, Guaraci, Guaraqueçaba, Honório Serpa, Imbaú, Itaguajé, Itaúna do Sul, Ivaté, Janiópolis, Japira, Jardim Olinda, Jesuítas, Jundiaí do Sul, Jussara, Lindoeste, Lobato, Lunardelli, Lupionópolis, Manfrinópolis, Manoel Ribas, Maria Helena, Marilândia do Sul, Marumbi, Mato Rico, Mauá da Serra, Mirador, Miraselva, Munhoz de Melo, Nova Aliança do Ivaí, Nova América da Colina, Nova Esperança do Sudoeste, Nova Fátima, Nova Laranjeiras, Nova Tebas, Paranacity, Paranapoema, Pato Bragado, Paula Freitas, Paulo Frontin, Pérola, Pérola d’Oeste, Pinhal de São Bento, Pinhão, Pitangueiras, Planaltina do Paraná, Porto Amazonas, Porto Barreiro, Porto Rico, Porto Vitória, Prado Ferreira, Quatro Pontes, Querência do Norte, Quinta do Sol, Ramilândia, Rancho Alegre, Renascença, Rio Azul, Rio Bonito do Iguaçu, Roncador, Sabáudia, Salto do Itararé, Salto do Lontra, Santa Cecília do Pavão, Santa Fé, Santa Lúcia, Santa Maria do Oeste, Santo Antônio do Caiuá, Santo Antônio do Paraíso, São Carlos do Ivaí, São João, São João do Triunfo, São Jorge do Patrocínio, São José das Palmeiras, São Manoel do Paraná, São Miguel do Iguaçu, São Pedro do Paraná, São Sebastião da Amoreira, Sapopema, Sertaneja, Sulina, Tapira, Teixeira Soares, Tijucas do Sul, Tunas do Paraná, Tuneiras do Oeste, Tupãssi, Uniflor, Uraí, Ventania, Virmond e Xambrê.

Confira os dados dos primeiros sete meses do ano:

Janeiro – 1.905 óbitos em 251 municípios – 148 sem mortes

Fevereiro – 1.980 óbitos em 276 munícipios – 123 sem mortes

Março – 6.350 óbitos em 353 municípios – 46 sem mortes

Abril – 4.286 óbitos em 333 municípios – 66 sem mortes

Maio – 4.594 óbitos em 334 municípios – 65 sem mortes

Junho – 4.819 óbitos em 337 municípios – 62 sem mortes

Julho – 1.999 óbitos em 257 municípios – 142 sem mortes

Confira a lista dos municípios com óbitos e sem óbitos em julho.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X