LabCK lança exame que detecta resposta à vacina da Covid-19; confira na coluna Saúde em Foco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

O Laboratório Caboracy Kosop fala sobre um exame sorológico para detecção quantitativa dos anticorpos neutralizantes da classe IgG contra o novo coronavírus. É um exame inédito no Sul do Brasil. Confira na coluna Saúde em foco.

LabCK é o 1º so Sul do Brasil com teste que detecta resposta à vacina da Covid-19

Laboratório Caboracy Kosop

O Laboratório Caboracy Kosop (LabCK) lançou, nesse mês de março, um exame sorológico inédito no Sul do Brasil para detecção quantitativa dos anticorpos neutralizantes da classe IgG contra o novo coronavírus (SARS-COV-2).

O teste tem como objetivo identificar se a pessoa já foi infectada em algum momento da vida ou se já está imunizada após tomar a vacina. Seu diferencial em relação ao teste IgG empregado pelos demais laboratórios é que ele permite quantificar o nível de anticorpos que são de fato protetores contra uma nova infecção – sejam eles induzidos pela vacinação ou pela infecção prévia. Esses anticorpos verdadeiramente protetores são chamados de “anticorpos neutralizantes”.

Novo teste IgG Quantitativo mede o nível de anticorpos neutralizantes, que são protetores contra uma nova infecção – imagem meramente ilustrativa. (Foto: Divulgação)

Para o Diretor Médico do LabCK, o infectologista Ricardo Kosop, essa novidade representa um grande avanço tecnológico e vem para atender a necessidade da população em confirmar que está efetivamente protegida, no momento em que a vacinação começa a se ampliar. “Para nós é uma grande conquista. Primeiro porque esse novo teste é mais uma ferramenta vital disponível para auxiliar tanto no monitoramento dos pacientes já vacinados como também continuar auxiliando no diagnóstico daqueles que foram expostos ao vírus. Mas também por sermos o laboratório pioneiro no sul do Brasil a lançar o teste. Isso é o resultado do nosso trabalho pautado pela inovação e sempre com foco em oferecer o melhor suporte diagnóstico.” comenta o médico.

Como funciona e quando fazer o novo teste sorológico

O kit, chamado oficialmente de Sars-CoV-2 IgG II Quantitativo, apresenta grande diferencial técnico frente aos demais testes sorológicos disponíveis atualmente para Covid-19. Entre as vantagens, estão o amplo intervalo de quantificação desses anticorpos, a concordância praticamente total com a presença de anticorpos neutralizantes, além de elevadas sensibilidade e especificidade.

Dr. Ricardo Kosop, Diretor Médico do LabCK, comemora nova ferramenta diagnóstica contra Covid-19. (Foto: Divulgação/LabCK)

Considerando a grande diversidade de vacinas empregadas, ainda não há dados científicos unânimes que orientem um intervalo de tempo exato para coleta da amostra para realização do teste no paciente. Alguns estudos falam que o tempo ideal para a realização do exame para a vacina Coronavac, do Butantã, é a partir de 28 dias após tomar a 2ª dose e para a vacina AstraZeneca, da Oxford 28 dias após tomar a 1ª dose. No entanto, quanto mais tempo passado após o término do esquema vacinal realizado, melhor será a mensuração da produção desses anticorpos. O resultado do exame sai em até 72 horas.

Apesar de altíssima sensibilidade, um resultado negativo nesse teste deve ser avaliado com cautela por vários motivos, entre eles a diferença entre as várias vacinas disponíveis e o tempo necessário que se deve aguardar, após a vacinação, para que esses anticorpos neutralizantes sejam detectáveis no sangue. Outro detalhe importante é que a imunidade induzida pela vacinação vai além da “simples” produção de anticorpos da classe IgG, mas também à produção de células especializadas no combate à infecção – chamada de imunidade celular. Por isso, um resultado negativo para o teste, em alguém que já tenha sido adequadamente imunizado, não significa necessariamente que o paciente está desprotegido.

Para mais informações sobre o exame, que atualmente é exclusividade do LabCK, basta entrar em contato com a Assessoria Médica e Científica pelo Whatsapp (41) 99877-8334.

Espírito inovador já é tradição do LabCK

Embora os termos inovação e tradição possam soar como conceitos opostos, para a Diretoria do LabCK essa combinação é natural e orienta as decisões importantes no dia a dia.

A Diretora Administrativa e Comercial, Mariana Monfort Kosop, garante que essa estratégia fornece insights poderosos. “Nossa preocupação é atender cada vez melhor tanto pacientes quanto médicos, por isso estamos atentos para as necessidades de cada um. Foi observando isso que implementamos diversos serviços, processos e, também, novos exames.”

Setores de Bioquímica e Imunologia integrados do LabCK: maior eficiência nos exames. (Foto: Divulgação/LabCK)

Ao longo dos mais de 36 anos de existência, o LabCK foi ampliando seu portfolio e atualmente conta com mais de 1.100 exames que vão muito além dos rotineiros Hemograma e Perfil Lipídico, contemplando ainda uma ampla gama de exames sorológicos e de Microbiologia, modernização e automatização em exames como Urinálise, e até exames de diagnósticos para doenças complexas como diagnóstico diferencial do câncer e de doenças infecciosas (entre elas HIV, hepatite C e hepatite B). “Nós entendemos que o papel do laboratório para o desfecho clínico do paciente é estratégico, por isso trabalhamos de forma muito próxima com a comunidade médica e também com fornecedores e parceiros globais”, finaliza Mariana.

LEIA TAMBÉM:

Referência em transplante de órgãos no Estado

O Laboratório Caboracy Kosop, cuja matriz operacional está situada anexa ao Hospital Angelina Caron (HAC) é referência em exames laboratoriais para transplantes de órgãos no Estado do Paraná. Além desses exames, toda a demanda de exames laboratoriais do hospital é realizada pelo LabCK. Somando-se os exames feitos pelo SUS para o hospital aos atendimentos particulares e convênios, totalizam-se cerca de 85mil exames processados mensalmente.

Os exames podem ser realizados na sede do LabCK ou pela Coleta Móvel, que cobre a área de Curitiba e região metropolitana.
Mais informações: labck.com.br | facebook.com/labkosop | instagram.com/labkosop | youtube.com/labkosop

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Caroline Scoz Alves

Diretora Técnica da SulLaser Locações de Equipamentos Médicos e Estéticos a Laser, e Membro da Academia Americana de Laser. É proprietária do Centro de Especializado em Laser mais equipando do Paraná, A Clínica Senz. Além de ministrar treinamentos de capacitação, ela se dedica a palestras e demais atividades voltadas a área da Estética a Laser no Brasil e no exterior. Com mais de 14 anos de experiência na área, a Dra. Caroline é formada em Fisioterapia em 2004 pela UP, possui Mestrado de Tecnologia da Saúde pela PUC/PR, Curso de formação em Dermato-Funcional pela Belle Bonelli (Ludmila Bonelli em Belo Horizonte), Curso de Cosmeatria e Laser em London South Bank University; Membro da Sociedade Americana de Laser, Fellow na Universidade da Califórnia em Laserterapias, Curso de Laser terapia, Laser & Aesthetic Skin Therapy: What’s the Truth? (November 03-04, 2017) pela Harvard Medical School nos EUA, Feellow – Dr. Klaus Hoffmann em St. Josef-Hospital de Bochum na Alemanha (Março de 2018), Curso de Formação “Cynosure Laser Technology Course” em Hannover, (March, 03, 2018) pela Cynosure na Alemanha, Curso de Formação Asclepion na Heinrich-Heine-Universität Düsseldorf (Outubro de 2018).

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X