Maior terreno disponível de Curitiba será leiloado na próxima semana

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

terreno carbomafra curitiba
O imóvel abrigou a sede da indústria química catarinense Carbomafra. (Foto: Divulgação)

O maior terreno disponível de Curitiba, na CIC, acaba de ser posto em leilão. Com 240 mil metros quadrados, o imóvel abrigou a sede da indústria química catarinense Carbomafra, que produzia carvão ativado e se instalou na cidade em 1974. A empresa encerrou as atividades em 2015. A chamada primeira praça do pregão acontece na próxima segunda-feira (09). Caso não ocorra o arremate, uma segunda será realizada no dia 23 de novembro. O lance inicial está avaliado em R$ 56.513.850,10.

O terreno possui várias benfeitorias, como balança rodoviária, prédio de escritórios, refeitório com cozinha industrial, vestiários dos funcionários, área de lazer, laboratório de análises químicas, depósitos, galpões, arruamento interno e uma área verde, entre outras.

O responsável pelo leilão da massa falida é a Nogari Leilões, de Curitiba, um dos maiores leiloeiros dos imóveis da Lava Jato. Mais informações: www.nogarileiloes.com.br/lotes

LEIA TAMBÉM:

maior terreno de curitiba
O terreno possui mais de 240 mil metros quadrados. (Foto: Divulgação)

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

8 comentários em “Maior terreno disponível de Curitiba será leiloado na próxima semana”

  1. blank

    Acho só q está errado essa medida do terreno moro perto e 240 mil metros quadrados equivalem a 24 equitares de terra isso seria um sítio e dia grandes
    Acho q seria 24 mil metros ai seria coerente a mefida

  2. blank

    Permitam-me opinar.

    O leiloeiro publicou não só a soma das áreas dos dois lotes do conjunto, mas confrontações, divisas, áreas construídas, matrículas e registros do imóvel. A área é grande mesmo (24 hectares) mas como foi originada de desdobramento de imóvel rural, nem tanto.

  3. blank
    Diogo Alvares Fanck Fanck

    Com certeza a medida está correta! Primeiro que dificilmente iriam errar na medida e olhando a foto e comparando com os ônibus e caminhões imagino que seja uns 400 m de frente por 600 m de fundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X