Média de tempo de atendimento às vítimas de acidentes nas rodovias estaduais foi de 10,7 minutos no primeiro mês sem pedágio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Da meia-noite de sábado (27) até as 8h desta segunda-feira (29), o Corpo de Bombeiros e o Samu atenderam 27 ocorrências em rodovias do Paraná. (Foto: PMPR)

Há exatos 30 dias, os contratos com as concessionárias do Anel de Integração foram encerrados e, nesse período, os bombeiros já socorreram 371 vítimas de 336 acidentes em rodovias estaduais e federais que atravessam o Paraná. Desde o dia 28 de novembro, uma força-tarefa composta pelo Corpo de Bombeiros, Siate e Samu é responsável por prestar socorro às vítimas sem suporte das concessionárias que administravam as praças de pedágio. Do acionamento das equipes até a chegada ao local da ocorrência o tempo médio de resposta no período foi de 10,7 minutos, segundo o governo do estado.

De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Júnior, no início o tempo de resposta era de 14 minutos e em um mês baixou para menos de 11. “As pessoas passaram a ligar para o número 193. Muitas estavam acostumadas com as concessionárias e agora já sabem como proceder. Quanto mais rápido somos acionados, menor o tempo até chegarmos ao acidente”, diz.

Os 14 pontos que eram utilizados pelas concessionárias para as equipes de socorro atualmente são usados como quartéis do Corpo de Bombeiros e somados às estruturas dos municípios são 29 bases em todo o Paraná. Mesmo nos lotes 1 (Econorte) e 4 (Caminhos do Paraná), que ainda mantêm o serviço de guincho e de ambulância por acordo judicial, os bombeiros são acionados nos casos de média e alta complexidade, em especial quando há vítimas presas nas ferragens.

LEIA TAMBÉM:

O maior volume de ocorrências no período foi na região de Ponta Grossa (83 acidentes), seguido do trecho ao redor de Maringá (47) e São José dos Pinhais e entorno (38). Outras cidades que também tiveram acidentes atendidos foram Cascavel (37), Foz do Iguaçu (26), Londrina (25), Apucarana (25), Campo Largo (19), Guarapuava (16), Santo Antônio da Platina (5) e as cidades do Litoral (17).

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X