Meditação coletiva em Curitiba busca incentivar a prática na prevenção e apoio no tratamento de doenças emocionais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Organização Mãos Sem Fronteiras pretende alertar sobre o aumento de doenças emocionais e como a prática da meditação pode ajudar na prevenção e tratamento delas. (Foto: Internet)

Na próxima segunda-feira (13), Lilian Miranda, embaixadora do Mãos Sem Fronteiras Pela Paz no Mundo – movimento que pretende reforçar o alerta sobre o adoecimento emocional da população –, estará em Curitiba. Ela conduzirá uma meditação coletiva na sede regional da organização, localizada na Rua Voluntários da Pátria ,368, no Centro. A meditação será aberta ao público e gratuita e começa às 17h.

Lilian é empresária e voluntária da organização há mais de 15 anos. Ela conheceu a meditação durante o tratamento de um quadro de depressão, que de acordo com ela, foi superado com a ajuda da prática. “A meditação é uma ferramenta bem eficiente para a saúde mental e equilíbrio emocional. Começando com exercício respiratório bem simples, que melhora a oxigenação do cérebro, a prática pode ser curta. Os resultados são imediatos”, afirma a voluntária.

A organização internacional está mobilizando voluntários em todo o Brasil para divulgar os benefícios da meditação na promoção da saúde mental. Com meditações coletivas em diferentes pontos do país e conteúdo educativo nas redes sociais, o objetivo é provocar a reflexão sobre a prevenção e tratamento de transtornos cada vez mais comuns, como depressão, ansiedade, bipolaridade, Síndrome do Pânico, entre outros.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X