DESKTOP

Morre deputado Delegado Recalcatti, vítima de infarto

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O deputado estadual Rubens Recalcatti era delegado de carreira e atuou durante 23 anos em diversos municípios do Paraná. (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Delegado Rubens Recalcatti (PSD) morreu na noite desta sexta-feira (9), por volta das 20h30, vítima de um infarto fulminante. Ele tinha 72 anos, era viúvo e deixa dois filhos. O governador Ratinho Jr. decretou luto oficial de três dias. Recalcatti havia superado uma leucemia e mais recentemente a Covid-19, que contraiu sem apresentar sintomas.

blank
 Recalcatti estava no segundo mandato como deputado estadual, sendo reeleito em 2018 com 35.248 votos. (Foto: Divulgação)

O ex-delegado entrou para a política em 2017 como suplente de deputado quando assumiu a cadeira em definitivo com a eleição do titular Chico Brasileiro a prefeito de Foz do Iguaçu. Foi reeleito em 2018 com mais de 35 mil votos e atualmente presidia a Comissão de Cultura na Assembleia Legislativa, tendo trabalhado recentemente em defesa da classe artística durante a pandemia. Também era atuante na defesa dos interesses da classe policial.

LEIA TAMBÉM:

Recalcatti ingressou na Polícia Civil do Paraná em 1979, atuando como agente investigador. Em 1994, tornou-se delegado concursado, função que exerceu durante 23 anos em diversos municípios do Paraná e na capital, como Furtos e Roubos e Homicídios. Tinha formação em Direito e Estudos Sociais. Era natural de Videira (SC) e se mudou com a família para Francisco Beltrão, no Sudoeste do Paraná, ainda criança.

blank
Conhecido pelo bom humor, ele tinha fama de ser uma pessoa simples e tratar bem os jornalistas durante as coletivas. (Foto: Divulgação)

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X