Morre Renato Follador, “o cara da Previdência” e presidente do Coritiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Renato Follador tinha 67 anos e estava internado há mais de um mês com diagnóstico de Covid-19 na UTI do Hospital do Rocioo, em Campo Largo. (Foto: Divulgação Coritiba)

A voz que dava conselhos aos ouvintes da CBN Curitiba sobre como ter tranquilidade financeira na velhice se calou hoje derrotada pela Covid-19. Renato Follador Júnior, “o cara da previdência”, como era apresentado em seus comentários elegantes e pontuados por citações filosóficas, morreu neste sábado (3), aos 67 anos, no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, onde estava internado desde o mês passado. Em janeiro deste ano elegeu-se presidente do Coritiba Futebol Clube para o triênio 2021/23 pela chapa de oposição Coritiba ideal com 75,77% dos votos. Desde seu afastamento o clube vinha sendo administrado interinamente pelo vice Juarez Moraes e Silva.

“É com muito pesar que nos despedimos do presidente Renato Follador, que assumiu o comando do Coritiba no início de 2021, e faleceu hoje, vítima de complicações da Covid-19. É um momento de união e força a todos os familiares, amigos e a nação coxa-branca. Descanse em paz”, postou a diretoria do Coritiba no Tweeter.

Athletico se manifesta

O arquirrival Athletico Paranaense divulgou a seguinte mensagem de pesar: “Nota de Sentimento Profundo! O futebol paranaense vive um momento de luto. O Club Athletico Paranaense presta sua solidariedade e condolências ao Coritiba Foot Ball Club, aos seus pares de Diretoria e a sua grande e dedicada torcida, pelo falecimento do seu presidente recém-eleito Sr. Renato Follador Jr., que nos deixou neste sábado (3), aos 67 anos. Renato Follador é mais uma vítima da pandemia da Covid-19. Ele estava internado na UTI do Hospital do Rocio, em Campo Largo, e não resistiu às complicações da doença. Presidente do Coritiba desde dezembro de 2020, Renato Follador também foi atleta do clube nos anos 1970. Foi secretário de Previdência do Estado do Paraná no governo Jaime Lerner. Ele deixa a esposa e três filhos”.

Também em nota, o governador Ratinho Jr. lamentou o falecimento de Follador. “O Paraná perde um grande pensador. Renato Follador ajudou a desenvolver o Estado e teve inúmeros projetos inovadores na iniciativa privada, dando contribuições enormes aos País”.

Engenheiro civil de formação, foi um dos principais incentivadores da modernização do sistema previdenciário brasileiro e ajudou a estruturar o sistema dos servidores do estado do Paraná na gestão Jaime Lerner, da qual foi secretário de Previdência. Ele foi responsável pela criação da ParanaPrevidência, instituição que cuida da aposentadoria dos servidores do Paraná.

O ex-presidente do Paraná Clube Ernani Buchmann declarou: “Renato Follador sempre foi reconhecido pela sua competência. Era uma referência nacional na área previdenciária e vinha fazendo um ótimo trabalho no Coritiba. Tenho certeza que iria equacionar os problemas financeiros do clube, porque entendia muito do assunto. Mais uma perda irremediável que a peste causa. Minha solidariedade e meus pêsames à família”.

O empresário Marcelo Beltrão Almeida, que fez parte da chapa de Follador como segundo vice-presidente, disse que ele era “um agregador, um cara fácil, suave, um homem que tinha capacidade mais de ouvir do que falar, uma simplicidade ímpar. Todo mundo gostava de ficar perto dele. Se despediu muito antes do que deveria se despedir da gente”.

Quadro só piorou

Follador foi diagnosticado no dia 2 de junho, data em que foi internado no hospital de Campo Largo. Logo em seguida foi transferido para UTI e intubado. Desde então seu estado só piorou. Ele chegou a ser submetido ao mesmo tratamento do ator Paulo Gustavo, o ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea).

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X