Multas por desrespeito a medidas restritivas já ultrapassam R$ 3,5 milhões em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

tabacaria em curitiba
Uma tabacaria localizada no bairro São Francisco recebeu um total de R$ 165 mil em multas. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

A prefeitura de Curitiba continua engordando o cofre com as altas multas aplicadas nas ações de fiscalização da Covid-19. O descumprimento às regras mais restritivas resultou em R$ 370 mil em multas para três estabelecimentos na noite deste sábado (27/2). As equipes que integram a força-tarefa de fiscalização, realizada em parceria entre a prefeitura e o governo do estado, vistoriaram 18 locais em 13 bairros, respaldados pela lei municipal 15.799/2021 e o decreto municipal 400/2021. Os bairros percorridos foram Pilarzinho, Tingui, São Francisco, CIC, Portão, Guabirotuba, Uberaba, Boa Vista, Taboão, Cajuru, Vila Izabel, Novo Mundo e Pinheirinho. Três locais foram interditados e somaram dez autuações.

Uma tabacaria localizada no bairro São Francisco recebeu um total de R$ 165 mil em multas: R$ 50 mil por desenvolver atividade de bar, R$ 50 mil por não promover o controle de pessoas, R$ 50 mil por uso de narguilé, R$ 10 mil por descumprir a obrigação de disponibilizar álcool em gel e R$ 5 mil por desenvolver atividade fora do horário permitido. Na CIC, outra tabacaria foi autuada em R$ 150 mil: R$ 50 mil pela atividade de bar, R$ 50 mil por não promover o controle de pessoas e R$ 50 mil pelo uso de narguilé. Uma pessoa foi multada em R$ 550 por não usar máscara. Uma pizzaria no Tingui foi multada em R$ 5 mil por desenvolver atividade de bar. Outros 14 estabelecimentos que estavam na programação, a partir de denúncias recebidas da população, estavam fechados no momento da ação. O último estava regularizado. 

LEIA TAMBÉM:

Infrações de trânsito

transito curitiba
Na noite de sábado foram emitidos 22 autos de infração de trânsito. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

Durante a Aifu, a Superintendência de Trânsito (Setran) também está de olho nas irregularidades cometidas pelos condutores. Também na noite de sábado foram emitidos 22 autos de infração de trânsito. O estacionamento irregular foi o principal motivo: seis multas por estacionamento no passeio, três por estacionamento em ponto de táxi, um em guia rebaixada e outros dois em vagas exclusivas para motos. 

Outros cinco autos de infração de trânsito foram emitidos por defeito de iluminação (lâmpadas queimadas) e mais três por iluminação da placa traseira desligada. Um motorista estava sem documento de porte obrigatório e outro estava sem licenciamento obrigatório. 

Largo da Ordem sem desordem

lago da ordem curitiba
Com viaturas posicionadas nos pontos de acesso, guardas municipais e policiais conseguiram impedir a formação de aglomerações. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

Local que vinha reunindo centenas de pessoas nos últimos finais de semana, grande parte desrespeitando o uso obrigatório de máscara de proteção, o Largo da Ordem recebeu um planejamento estratégico integrado entre a Secretaria de Defesa Social e Trânsito e a Polícia Militar. Com viaturas posicionadas nos pontos de acesso, guardas municipais e policiais conseguiram impedir a formação de aglomerações. “Continuamos com equipes mobilizadas 24 horas para orientar e fiscalizar estabelecimentos e pessoas que, nesse momento tão delicado para a saúde de todos, insistem em condutas irresponsáveis”, afirma o comandante da GM de Curitiba, Carlos Celso dos Santos Junior.

Balanços

aifu curitiba
Com os R$ 140 mil de multas aplicados na sexta-feira (26), a Aifu do fim de semana resultou em R$ 510.550 aplicados por descumprimento às leis vigentes. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

Com os R$ 140 mil de multas aplicados na sexta-feira (26), a Aifu do fim de semana resultou em R$ 510.550 aplicados por descumprimento às leis vigentes. Desde o início da vigência da Lei 15.799/2021, em 5 de janeiro, foram vistoriados 469 estabelecimentos durante Aifus dos quais 179 tiveram as atividades paralisadas e 274 autos de infração foram lavrados somando R$ 3.565.090,00 em multas.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

1 comentário em “Multas por desrespeito a medidas restritivas já ultrapassam R$ 3,5 milhões em Curitiba”

  1. Boa tarde… alguém explica os supermercados abertos hoje,?!!!…e como os funcionários dos estabelecimentos autorizados até 11 da noite irão embora com o toque de recolher das 20:00 até 5:00hrs?… então tá…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X