Multas por desrespeito às leis anticovid ultrapassam R$ 10 milhões; fiscalização no Dia das Mães será flexibilizada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Redação

Fiscais fecham 16 estabelecimentos por desrespeito às medidas anticovid. (Foto: Hully Paiva/SMCS)

Desde a última segunda-feira (03) até a noite desta quinta-feira (06), as equipes de fiscalização da prefeitura de Curitiba, em parceria com o governo do Paraná, fiscalizaram 73 estabelecimentos. Percorrendo diferentes bairros, as equipes interditaram 16 comércios que não cumpriam as medidas restritivas do decreto 730/2021 e lavraram 28 autos de infração que somam R$ 335 mil em multas. Todos terão o direito de recorrer no processo administrativo.

Fazem parte das Ações Integradas de Fiscalização Urbana (Aifus) equipes da Guarda Municipal, fiscais das secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Setran. Desde 5 de janeiro, quando entrou em vigor a lei 15.799/2021, que responsabiliza e pune quem descumpre as medidas restritivas de enfrentamento à pandemia de Covid-19, até o dia 30 de abril, a força-tarefa lavrou  994 autos de infração, em 2.448 fiscalizações. Somados os autos ultrapassam R$ 10 milhões em multas.

LEIA TAMBÉM:

O que poderá funcionar no Dia das mães

Curitiba continua na bandeira laranja (nível médio de alerta para o novo coronavírus) e segue com as medidas restritivas para comércio e serviços na cidade. No entanto, neste domingo (09) em que será comemorado o Dia das Mães, há uma flexibilização de algumas atividades, como o comércio e restaurantes que poderão funcionar desde que seguindo rigorosamente os protocolos sanitários necessários para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Jussara Policeno de Oliveira Carvalho, diretora de Fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, afirma que os fiscais estarão nos bairros para coibir excessos, evitar situações de aglomeração e garantir o distanciamento social e o uso obrigatório e correto de máscara (cobrindo boca e nariz) e do álcool em gel.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X