Negacionistas ignoram lockdown e fazem carreata pró-intervenção militar e contra o STF em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Os manifestantes levaram várias pautas para as ruas, entre elas, a defesa de golpe militar. (Foto: Eduardo Matysiak)

Uma carreata realizada neste domingo (14) reuniu negacionistas que pediram intervenção militar e o fim do STF. Os manifestantes ignoraram o lockdown e criticaram o fechamento do comércio em Curitiba, em apoio do discurso do governo federal. O grupo saiu do Centro Cívico e seguiu até o bairro Bacacheri, com faixas e cartazes.

O ato acontece em meio ao pior momento da pandemia, com hospitais quase na capacidade máxima de lotação e milhares de casos confirmados da nova cepa do coronavíru, muito mais letal. Um video feito pelo cinegrafista Eduardo Matysiak, mostra um desentendimento entre os próprios manifestantes. O homem que está com o megafone, sem máscara, faz apologia à intervenção militar e ao fechamento do STF e é criticado.

Crédito: Eduardo Matysiak

O grupo protestou contra as decisões que anularam a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e fez alusões ao comunismo no país. Em outro momento da manifestação, pessoas sem máscara não se entendem sobre os motivos do protesto.

Crédito: Eduardo Matysiak

Os simpatizantes do governo federal se concentraram em frente ao 20º BIB – Batalhão de Infantaria Blindado – onde gritaram palavras de ordem a favor de um golpe militar com dissolução do Congresso Nacional sob o comando do presidente Jair Bolsonaro. A manifestação gerou várias denúncias de aglomeração através do telefone 156, da prefeitura de Curitiba.

A apologia à ditadura militar já é crime no Brasil, previsto na Lei de Segurança Nacional (Lei 7.170/83), na Lei dos Crimes de Responsabilidade (Lei 1.079/50) e no próprio Código Penal (artigo 287).

De acordo com as informações apuradas até agora, ninguém foi preso durante o protesto e a Policia Militar não realizou nenhuma operação para conter a aglomeração de pessoas.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

1 comentário em “Negacionistas ignoram lockdown e fazem carreata pró-intervenção militar e contra o STF em Curitiba”

  1. Curioso é a inércia das autoridades, o poder municipal e estadual tem a mão pesada para multar pequenos comerciantes que buscam manter o sustento de suas famílias funcionando e contra esses delinquentes, terroristas nada fazem. A polícia militar, a prefeitura e o governo do estado sabiam dessa aglomeração, de mais um ato terrorista dos apoiadores do presidente contra o estado livre e democrático e nada fizeram pra evitar, como tivessem medo dessa gente. Se o pobre comerciante não pode abrir sua lojinha por causa da pandemia, esses doidos também precisam respeitar o mesmo lock down do restante da população ou serem punidos com prisão e multa por sua desodem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X