Novas remessas de vacinas chegam ao Paraná; casos de Covid aumentam no estado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Nova remessa de vacinas chega na noite desta segunda-feira ao Paraná. (Foto:Ari Dias/AEN)

O Paraná deve receber na noite desta segunda-feira (17) do Ministério da Saúde mais 374.100 doses do imunizante Covishield, produzido pela AstraZeneca em parceria com a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). A previsão é que o novo lote de vacinas contra a Covid-19 desembarque às 23h20 no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Além da Covishield, esta última remessa do ministério conta também 39.780 doses da vacina Comirnaty/Pfizer, previstas para chegarem ao Afonso Pena na terça-feira (18), às 19h05. “Assim como temos feito desde janeiro, quando as primeiras vacinas chegaram ao Paraná, essas doses serão separadas e distribuídas rapidamente às Regionais de Saúde, para que cheguem aos braços dos paranaenses no menor tempo possível”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. 

LEIA TAMBÉM:

De acordo com a pauta do Ministério da Saúde, 229.100 doses do imunizante devem ser aplicadas como segunda dose (D2) em pessoas de 60 a 64 anos e 65 a 69 anos, seguindo a complementação do esquema vacinal iniciado na 13ª e 14ª pauta. Outras 145 mil são direcionadas para a primeira dose (D1) do grupo de comorbidades e pessoas com deficiência. As da Pfizer são D1 para comorbidades, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência. 

Até o momento, 4.491.120 de doses foram enviadas ao Paraná pelo governo federal e, com o novo lote, o estado irá somar 4.905.000 de doses, incluindo as vacinas da Pfizer. Segundo o Vacinômetro até a tarde desta segunda-feira mais de 3,2 milhões de doses haviam sido aplicadas no Paraná, sendo 2.145.209 como D1 e 1.109.363 como D2.

“Pedimos a colaboração dos municípios para que vacinem de domingo a domingo, se possível em horários estendidos e que sigam as recomendações do Ministério da Saúde para aplicação e priorização dos grupos, conforme o que está previsto na pauta das vacinas enviadas”, acrescentou Beto Preto.

Aumento no número de casos de Covid-19

A Secretaria de Saúde divulgou nesta segunda-feira (17) mais 2.366 casos e 32 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.019.896 casos e 24.559 óbitos.

Internados

O levantamento aponta que 2.555 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 2.031 em leitos SUS (954 em UTI e 1.077 em enfermaria) e 524 em leitos da rede particular (292 em UTI e 232 em enfermaria). Há outros 2.676 pacientes internados, 1.012 em leitos UTI e 1.664 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão nas redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Paraná está em 95% e em Curitiba, a ocupação das vagas em unidades de terapia intensiva, está em 96% nesta segunda-feira (17).

Mortes causadas pela doença

A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 32 pacientes. São 11 mulheres e 21 homens, com idades que variam de 41 a 90 anos. Os óbitos ocorreram de 08 de maio a 16 de maio de 2021. Os pacientes que foram a óbito residiam em Guarapuava (3), Guaratuba (3), União da Vitória (3), Irati (2) e Toledo (2).

O informe registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Alto Piquiri, Cambará, Cascavel, Cianorte, Corbélia, Cornélio Procópio, Curitiba, Fernandes Pinheiro, Foz do Iguaçu, Guaíra, Jandaia do Sul, Marechal Cândido Rondon, Palmital, Pato Branco, Porecatu, Quedas do Iguaçu, Santa Mariana, Santo Antônio do Paraíso e São Jorge d’Oeste.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X