DESKTOP

Novo decreto mantém bandeira laranja, mas autoriza atividades no Dia das Mães em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O novo decreto mantém a bandeira laranja em Curitiba até 12 de maio. (Foto: Divulgação)

Curitiba continua na bandeira laranja, nível de alerta médio para o novo coronavírus, e prorrogou as medidas restritivas para o comércio e serviços. O novo decreto municipal nº 790, que acaba de ser divulgado pela prefeitura, foi publicado nesta quarta-feira (28) no Diário Oficial do município e tem validade de 14 dias. As novas regras passam a valer a partir de amanhã (29).

LEIA TAMBÉM:

O Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde abriu uma exceção e algumas atividades, como o comércio, poderão funcionar no domingo (09) em que será comemorado o Dia das Mães. A medida consta no novo decreto como uma excepcionalidade e se aplica aos estabelecimentos que constam no artigo 3º, observadas todas as modalidades de atendimento e restrições de horários.

Alerta 

Embora a avaliação dos indicadores da bandeira se mantenha estável, o cenário exige restrições e medidas de prevenção contra o novo coronavírus. “Estamos em um platô ainda muito alto, o que nos deixa em total estado de alerta. É preciso que todos adotem as medidas de prevenção e cumpram os protocolos, essa é uma missão para toda a população”, alerta a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak.  

Principais serviços que poderão abrir excepcionalmente no domingo de Dia das Mães (09), com regras e protocolos:

  • Atividades comerciais de rua não essenciais, galerias e centros comerciais: das 9 às 19h
  • Atividades de prestação de serviços não essenciais, escritórios em geral, salões de beleza, barbearias, atividades de estética, serviços de banho, tosa e estética de animais e imobiliárias: das 9 às 22h 
  • Academias de ginástica para práticas esportivas individuais: das 6 às 23h
  • Shopping centers: das 11 às 22h  
  • Restaurantes: das 10 às 23h 
  • Lanchonetes: das 6 às 23h
  • Panificadoras, padarias e confeitarias de rua: das 7 às 18h 
  • Comércio varejista de hortifrutigranjeiros, quitandas, mercearias, distribuidoras de bebidas, peixarias e açougues: das 6 às 23h
  • Mercados, supermercados e hipermercados: das 6 às 23h
  • Lojas de conveniência em postos de combustíveis: das 6 às 23h
  • Comércio de produtos e alimentos para animais: das 6 às 23h
  • Lojas de material de construção: 6 às 23h
  • Comércio ambulante de rua: das 6 às 23h

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X