Ivan Wodzinsky explica em sua coluna sobre arquitetura de interiores como tornar um projeto exclusivo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

O que é exclusividade na hora de projetar um ambiente residencial? O arquiteto Ivan Wodzinsky fala com propriedade do assunto em sua coluna no portal Reinaldo Bessa. Baseado em sua ampla experiência, Ivan detalha o conceito de exclusividade para criar ambientes que tenham a personalidade de quem vai ocupar esses espaços.

Exclusividade em ambientes residenciais

Ivan Wodzinsky

Ambientes especiais são para pessoas especiais. E pessoas especiais gostam de exclusividade. Essas pessoas têm gosto peculiar; buscam algo fora do comum, aquilo que não se encontra em todos os lugares. Cada cliente busca algo que lhes dará o máximo de conforto, aquilo que irá satisfazer seus sonhos e desejos, buscando cada vez mais por espaços exclusivos e únicos. Muitos dos clientes já trazem experiências de outros projetos, de âmbito familiar, de suas vivências. Já sabem o que querem, portanto, já sabem o que é exclusividade. Eles já vêm com essa postura, enfim, esses esperam uma surpresa, agradável é claro. O que é exclusividade? É no mínimo o antônimo de comum. Todo mundo quer esse “diferente”, essa “exclusividade”. É o algo especial só para você. A casa também deve ter aquela atmosfera especial.

Cabe ao arquiteto entender realmente o que cliente quer, e para isso muitas conversas são necessárias. Com a finalidade de captar os desejos e expectativas do cliente. Todos que me conhecem sabem que não tenho receita para fazer meus projetos, mas sim tenho meus parâmetros. Se eu usasse de uma simples receita, cairia facilmente nos resultados comuns. Resultados que não surpreenderiam nem o cliente e nem a mim mesmo. Mas uso meus parâmetros, que são, sobretudo, qualidade, design e produtos, dentro daquele estilo mais apropriado para o cliente naquela ocasião específica.

Funcionalidade é uma obrigação de qualquer projeto, mas quando trato deste assunto procuro evitar situações meramente decorativas e sem nenhuma função no espaço. Quando falo em qualidade, falo de qualidade de expressão, coisa bem pensada. Projeto que não vai se tornar ultrapassado a curto prazo. E design está na sabedoria e experiência de saber escolher objetos e materiais a ser selecionados para cada um. Exclusividade não tem que ser necessariamente algo caro; como pode-se pensar a princípio, mas sim algo significativo capaz de refletir a personalidade do morador. Sob esse prisma desenvolvo meus projetos. Os clientes que me procuram sabem do serviço especial que posso oferecer. Para cada um tem-se um resultado específico.

Não navego somente naquele estilo “receita”. Ou só moderno, ou só clássico, ou só etc. Um bom projeto, sobretudo, tem que ter contemporaneidade. E sempre falo que nada mais moderno que o clássico, é para sempre. E o moderno, quando bem pensado, torna-se um clássico. E quando mal pensado é apenas uma moda. Sou eclético e gosto de uma certa mistura, pois é aí que as pessoas me apresentam suas experiências de vida, suas coleções. Gosto daquele ambiente bastante contemporâneo e com um toque clássico, através de um objeto muito bem escolhido. É classudo e não cansa nunca. Mas confesso que sou fã do minimalismo. Aquele rigoroso e altamente sofisticado; é o clássico do futuro. E falando em exclusividade, vários dos meus espaços no evento Casa Cor Paraná são icônicos. Talvez um dos mais seja a Sala Vip, da mostra de 2009. Espaço este mais conhecido como a Sala da Pantera.

LEIA TAMBÉM:

Espaço amplo, com estrutura moderna e atmosfera contemporânea, cabível em qualquer lugar e em qualquer época. Definitivamente atemporal. Todo em tons crus e forrado com seda rústica nas paredes. Um lounge central tendo como foco uma pantera branca, do artista Leopoldo Martins. Foi a sensação daquele ano e lembrado até hoje. Considero especialmente este espaço como algo exclusivo, pois abusei da minha habilidade de fazer a tal mistura acima citada, espaço contemporâneo, mas com pitadas de detalhes clássicos (quem é chique gosta muito). Tornou-se referência e muitas panteras foram instaladas por Curitiba afora. Até hoje tem clientes que ao me contratarem têm este espaço como referência nos seus projetos. Exclusividade é isso, é quando você faz algo que fica para sempre.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X