DESKTOP

Obras de Burle Marx e Poty Lazarotto decoram fachada de empreendimento residencial de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
Fachada Arbo Cabral com painel assinado pelo escritório Burle Marx. (Foto: Divulgação/MDGP)

Duas emblemáticas obras de arte assinadas por dois ícones brasileiros das artes plásticas, o paulistano Burle Marx e o curitibano Poty Lazarotto, se encontram em Curitiba. Como última etapa da conclusão das obras do residencial Arbo Cabral, a Incorporadora MDGP concluiu em dezembro a instalação de um conjunto de dois painéis assinados por profissionais do escritório de paisagismo Burle Marx. Desenhados especialmente para o empreendimento, eles evidenciam o DNA do mundialmente conhecido paisagista, falecido em 1994. O maior deles, com 32 metros quadrados, e outro com sete metros quadrados, estão posicionados bem em frente ao empreendimento, proporcionando não somente aos moradores, mas a quem transita pela Rua São Pedro o acesso diário e gratuito à obra.

O arquiteto Julio Ono, do escritório Burle Marx, destaca a maneira como as obras dos dois artistas plásticos dialoga. “A ideia é ter, ao longo do percurso, novas perspectivas visuais e pontos de interesse, com diferentes ambientes e um elemento marcante e atemporal, que é a obra de arte representada pelo painel na entrada”, diz.

blank
De conceito único, o Arbo Cabral fica na esquina da Rua São Pedro com a Avenida Anita Garibaldi. (Foto: Divulgação/MDGP)

De conceito único, o Arbo Cabral fica na esquina da Rua São Pedro com a Avenida Anita Garibaldi. É o primeiro empreendimento da incorporadora MDGP que tem o engenheiro civil Marlus Doria à frente. O residencial conta com 21 unidades e chama a atenção pela arquitetura diferenciada, com suas varandas triangulares em todos as unidades, árvores e canteiros verdes.

LEIA TAMBÉM:

Da mesma forma, destaca-se pela sustentabilidade, com o uso de vidros de melhor desempenho térmico, espaço de lazer coberto com telhado verde, simulação energética, que prevê 30% de redução do consumo de energia, fachada com controle solar – envidraçada com a utilização de vidros de alta tecnologia, filtrando raios solares, reutilização e redução do consumo de água em 27,4%, uso de materiais reciclados e de madeiras de reflorestamento e infraestrutura de automação e de aspiração central.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X