Demolição do Autódromo Internacional de Curitiba é interrompida após determinação da Justiça

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Autódromo Internacional de Curitiba recebeu a última corrida no início de dezembro (Foto: Divulgação)

A Vara de Fazenda Pública de Pinhais determinou a suspensão das obras de desativação do Autódromo Internacional de Curitiba, até que o processo de tombamento seja concluído pelo o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural.

No início de dezembro, o autódromo realizou sua última corrida da Copa Truck, ocasião em que também foi apresentado o projeto do mega empreendimento que ocupará a área, o Bairru PARC, com lançamento previsto para o segundo semestre de 2022.

A decisão atende a um pedido que diz que as obras vão descaracterizar o patrimônio histórico, cultural e paisagístico do local. De acordo com a decisão judicial, os envolvidos no processo têm dez dias para se manifestar.

A Bairru Urbanismo, proprietária da área onde está o autódromo, informou que ainda não foi notificada pela Justiça a respeito da decisão judicial. Apesar de não ter recebido a notificação, a empresa decidiu suspender as obras que estavam sendo realizadas e determinou a paralisação das máquinas.

Em nota, a empresa afirmou que irá recorrer da decisão, tão logo receba a notificação e se inteire dos fatos contidos na ação que concedeu a liminar.

“A BAIRRU esclarece que o Autódromo é uma propriedade particular e não é uma Unidade de Interesse de Patrimônio Histórico. Em 25/11 a Prefeitura de Pinhais aprovou a Operação Urbana Consorciada – OUC para a construção de um bairro planejado no imóvel. Informamos ainda que a empresa estava autorizada a iniciar as obras de desativação no local, de acordo com autorização expedida no dia 15/12/2021 pela Prefeitura de Pinhais”, diz trechos da nota.

Tombamento

A prefeitura de Pinhais disse que a área do autódromo é propriedade particular, sem qualquer interferência da municipalidade em seu funcionamento ou administração. E, no que se refere à solicitação de tombamento do autódromo, informou que está pendente de análise e decisão do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural, respeitando todos os trâmites administrativos legais.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X