ONG dedicada à produção de perucas para pacientes com câncer recebe doação da importadora Porto a Porto

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Alguns funcionários da Porto a Porto doaram seus cabelos para a ONG Cabelegria. (Foto: Divulgação)

Quem passou pela Avenida Nossa Senhora Aparecida nesta terça-feira (16), próximo à Avenida Mário Tourinho, no Seminário, surpreendeu-se com a presença de um grande caminhão cor-de-rosa personalizado, devidamente instalado para realizar cortes de cabelo. Foi uma ação da ONG paulistana Cabelegria, que veio especialmente a Curitiba para receber uma doação realizada pela importadora Porto a Porto.

Em parceria com a ONG, a Porto a Porto lançou a campanha “Um Brinde à Solidariedade” para o Outubro Rosa. Durante o mês, parte do valor de cada garrafa de alguns vinhos rosés do portfólio da empresa foi revertida em doação à Cabelegria, que produz e doa perucas para pessoas diagnosticadas com câncer.

A importadora arrecadou mais de R$ 53 mil que serão convertidos em mais de 500 perucas. Para celebrar a parceria, a equipe da ONG esteve em Curitiba para receber o valor arrecadado, além de promover doações de cabelo ou efetuar cortes solidários.

Desde 2013, a ONG arrecada cabelo, confecciona perucas e as distribui gratuitamente, no Brasil inteiro, para crianças e mulheres que perderam o cabelo devido ao tratamento do câncer de mama. A autoestima faz diferença durante o tratamento da doença e, por isso, a equipe da instituição busca aumentar a produção para que cada paciente tenha a oportunidade de decidir qual combina mais com o seu estilo e garantir um atendimento humanitário e descontraído.

Perucas confeccionadas pela ONG Cabelegria que são doadas a pacientes de todo o Brasil que perderam os cabelos devido ao tratamento do câncer de mama. (Fotos: Divulgação)

LEIA TAMBÉM:

“A campanha em parceria com a Porto a Porto foi de grande importância para nós. Atualmente, nossa maior dificuldade é transformar as duas toneladas de cabelos que já foram doados em perucas, processo que possui alto custo e mão-de-obra extremamente especializada. E é através da doação financeira que conseguimos arcar com esse custo de contratação de pessoal fazendo com que as perucas que produzimos cheguem até os pacientes”, disse Mariana Robrahn, fundadora da ONG.

Todos os estados nos quais a Porto a Porto atua participaram da ação. “Faz parte da nossa filosofia de trabalho nos engajarmos cada vez mais em ações de cunho social”, afirma a gerente de marketing da importadora, Camila Podolak. A lista de estabelecimentos que participaram da ação pode ser acessada em https://www.portoaporto.com.br/blog/noticias/outubro-rosa-um-brinde-a-solidariedade/

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X