Painel de Poty Lazzarotto sobre saneamento completa 25 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O painel de Poty Lazzarotto sobre o saneamento completa 25 anos. (Foto: Divulgação Sanepar)

Instalado na Praça das Nações, em Curitiba, no bairro Alto da XV, a céu aberto, o mural de Poty Lazarotto sobre a história do saneamento está completando 25 anos. A obra foi inaugurada em 4 de abril de 1996, por ocasião do aniversário de 303 anos de Curitiba. A Praça das Nações fica na Avenida Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, num ponto bastante visitado por turistas por oferecer uma vista panorâmica da cidade.

LEIA TAMBÉM:

Conhecido como o “Painel da Sanepar”, o mural possui 23 metros de comprimento por três de altura e é uma verdadeira aula de história sobre a evolução da implantação dos sistemas de abastecimento na Capital, desde as antigas fontes e bicas d’água. A obra está fixada na parede da casa de bombas do Reservatório Cajuru, conhecido popularmente como a “Caixa-d’Água da Sanepar” ou a “Caixa-d’Água do Alto da XV”.

Em 2015, a Sanepar promoveu restauro do mural de Poty, com os trabalhos de Elvo Benito Damo e Maria Helena Saparolli, profissionais da restauração. Eles são os únicos autorizados por João Geraldo Lazzarotto, irmão, inventariante e detentor dos direitos do espólio de Poty, a restaurar nas obras do artista. Naquela ocasião, das 1.344 peças de azulejo que compõem o “Painel da Sanepar”, 302 estavam danificadas, por infiltração ou vandalismo.

Poty Lazzarotto

Um dos muralistas brasileiros mais reconhecidos, Poty foi registrado como Napoleon Potyguara Lazzarotto. Nascido em Curitiba em 29 de março de 1924, formou-se pela Escola Nacional de Belas Artes e estudou em Paris. Foi desenhista, gravurista, ceramista e contribuiu com a ilustração de jornais e livros. Destacou-se com a produção de murais espalhados em diversos locais do Brasil e do Exterior. Em Curitiba, além do “Painel da Sanepar”, destacam-se o mural do Teatro Guaíra, do saguão do Aeroporto Afonso Pena, do Largo da Ordem, das praças 19 de Dezembro e 29 de Março, da Torre da Telepar e os do Mercado Municipal, estes últimos realizados por Elvo e Maria Helena após o falecimento de Poty, em 1998.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X