Paraná anuncia R$ 50 milhões para retomada das cirurgias eletivas no estado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Estiveram na reunião, o secretário de estado da saúde Beto Preto, o vice-governador Darci Piana, diretores das 22 Regionais de Saúde, equipes técnicas, além de gestores e representantes municipais no evento “Saúde em frente”. (Foto: Américo Antonio/SESA)

O Paraná vai destinar R$ 50 milhões em 2022 para os procedimentos cirúrgicos eletivos. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30) pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, em reunião com a participação do vice-governador Darci Piana, diretores das 22 Regionais de Saúde e equipes técnicas, além de gestores e representantes municipais no evento “Saúde em frente”. De acordo com o secretário, essa é uma forma de dar visibilidade para aquilo que inevitavelmente precisou ficar em segundo plano neste um ano e meio de pandemia.

O evento serviu para alinhar as expectativas em todas as áreas, além de traçar os novos desafios da saúde pública no Paraná, que incluem a retomada de procedimentos cirúrgicos eletivos, que por diversas vezes precisaram ser suspensos para utilização de leitos e contenção de medicamentos do kit de intubação para casos confirmados da Covid-19.

O vice-governador Darci Piana esteve presente no anúncio feito nesta segunda-feira (30) pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. (Foto: Américo Antonio/SESA)

O montante que será direcionado pelo estado a esses serviços é quatro vezes maior do que o repasse do Ministério da Saúde em 2019, no valor de R$ 12 milhões. A Secretaria da Saúde do Paraná aguarda ainda a confirmação do valor que será enviado pelo governo federal para o próximo ano.

Ações

Durante o evento, as principais áreas da Secretaria da Saúde apresentaram as propostas de ações voltadas para o pós-pandemia, dentre elas no setor de obras, com um total de 645 projetos, sendo 495 obras em execução e 150 concluídas. O valor do investimento chega a R$ 434.973.486,76 para obras de construção, reforma, ampliação em unidades básicas de saúde, hospitais filantrópicos, hospitais próprios do estado, além da parceria com os consórcios.

LEIA TAMBÉM:

Também foram abordadas as ações voltadas para a saúde mental, o olhar assistencial para a saúde do idoso e a expansão do Projeto PlanificaSUS para as 22 Regionais de Saúde, além do fortalecimento da Atenção Primária e da retomada do Planejamento Regional Integrado (PRI), com a política de descentralização de serviços de saúde.

Somente para atendimento à saúde mental, a secretaria prepara a construção de mais um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), duas habilitações de Caps, 60 equipes multiprofissionais de Atenção Especializada em Saúde Mental e 50 leitos para atendimento em hospitais gerais.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X