Paraná começa a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos contra Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Adolescentes de 12 a 17 anos do município de Toledo, no oesteo do Paraná, serão os primeiros a receberam as doses da Pfizer contra a Covid-19. (Foto: Roberto Jimenez Mejias/Getty Images)

A notícia que muitos pais e mães esperavam está se tornando realidade no Paraná. A partir desta sexta-feira (27) a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos começará a ser feita com aplicação de 7 mil doses por dia, contemplando as duas idades. Essa primeira fase acontecerá no município de Toledo, na região Oeste, com imunizantes da Pfizer.

O início da vacinação só se tornou possível graças ao envio de 35.173 doses do imunizante da Pfizer ao município. A remessa especial faz parte de um estudo de natureza observacional da farmacêtiva norte-americana, autorizado pelo Ministério da Saúde, que busca analisar o comportamento do Sars-Cov-2 em adolescentes e jovens de uma cidade de porte médio que receberam a primeira dose do medicamento. A cidade para o estudo foi definida pela Pfizer e governo federal. O governo do Paraná apoiou na logística, com o transporte das vacinas de Curitiba para Toledo.

LEIA TAMBÉM:

Foram organizados quatro pontos para aplicação de D1, que vão funcionar com horário ampliado das 8h às 23h. Cada ponto receberá 1.750 doses por dia. Pelo menos 50 profissionais de saúde serão mobilizados nos pontos de vacinação, além das equipes de vigilância e saúde e atenção primária da secretaria municipal.

Os contatos da farmacêutica com Toledo iniciaram na segunda quinzena de maio e se intensificaram a partir da segunda quinzena de junho. Com o Ministério da Saúde, as tratativas começaram a partir da segunda quinzena de julho, incluindo a vacinação no Plano Nacional da Imunização (PNI).

De acordo com o Vacinômetro nacional, ferramenta atualizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Paraná aplicou até o momento 10.268.975 doses, sendo 7.179.203 relativas à primeira dose (D1) e 3.089.772 entre segunda dose (D2) e Dose Única (DU).

A vacina da Pfizer recebeu o registro definitivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 23 de fevereiro, sendo a primeira a receber este registro e a única, no Brasil, licenciada no Ministério da Saúde para aplicação em crianças e jovens de 12 a 17 anos. “Portanto, é muito importante deixar claro aqui que a segurança da vacinação de 12 a 17 anos dos jovens de Toledo está completamente garantida”, disse a secretária de Saúde Gabriela Kucharski.

Gabriela destacou, ainda, que o estudo é o único nos países em desenvolvimento. “Há outros países que estão fazendo aplicação da vacina Pfizer de 12 a 17 anos, em especial na Europa, entre eles a França, Alemanha e Reino Unido, e fora deste continente europeu, como o Japão, todos reconhecidos pela qualidade do seu atendimento em saúde. E Toledo será o representante dos países em desenvolvimento para esta observação”. A secretária reafirmou que será um estudo observacional. “Não é um estudo de intervenção, não estamos fazendo testes em nossa população de adolescentes e de crianças”.

Sobre a escolha de Toledo, segundo a secretária, o município tem as características demográficas e geográficas favoráveis para este tipo de estudo, além da presença do campus da Universidade Federal do Paraná (UFPR). “Temos excelência no processo de trabalho de enfrentamento à pandemia e na vacinação. Recebemos muitos elogios, tanto local quanto regionalmente. Desde o atendimento, o diagnóstico, o cuidado com os nossos pacientes, o monitoramento e, por fim, a aplicação da vacina. É um trabalho feito com muita dedicação e excelência por todos os técnicos que trabalham na Secretaria de Saúde”, comentou.

Novas doses de vacina nesta quinta-feira (26)

O Paraná recebeu mais 190.800 doses de CoronaVac nesta quinta-feira (26). Os imunizantes contra a Covid-19 fazem parte da 43ª remessa de distribuição do Ministério da Saúde, que contempla o Estado com 366.300 doses. A previsão da secretaria estadual da Saúde é receber mais 175.500 doses vacinas da Pfizer/BioNTech, até a noite.

As doses desembarcaram no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, e foram encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), onde permanecerão até sexta-feira (27), quando serão enviadas às 22 Regionais de Saúde.

As 190.800 vacinas da CoronaVac devem ser divididas igualmente entre primeira e segunda dose. Já 145.080 doses da Pfizer serão destinadas a D2 e 30.420 para D1.

Dose reforço para pessoas acima 70 anos

Nesta semana, o Ministério da Saúde afirmou que vai orientar os estados a aplicarem uma terceira dose como reforço na imunização de idosos acima de 70 anos (que tenham recebido a segunda dose há, pelo menos, seis meses) e imunossuprimidos (portadores de HIV/transplantados) que tenham tomado a D2 há 28 dias. Além disso, o Plano Nacional de Imunizações (PNI) também deve reduzir o intervalo entre a primeira e segunda dose das vacinas da AstraZeneca e Pfizer de 12 semanas (cerca de 90 dias) para 8 semanas (60 dias).

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

1 comentário em “Paraná começa a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos contra Covid-19”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X