Paraná entrega mais 47.205 vacinas contra a Covid-19 para Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

A Secretaria de Estado da Saúde enviou mais 47.205 vacinas contra a Covid-19 para Curitiba. (Foto: Américo Antonio/SESA)

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) entregou 47.205 vacinas contra a Covid-19 para Curitiba para dar continuidade à vacinação na capital. Os imunizantes, que fazem parte da 27ª distribuição do Ministério da Saúde, chegaram ao estado no meio da tarde desta quinta-feira (24) e no início da noite, em menos de cinco horas, foram disponibilizados ao município.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, como as doses chegam e ficam armazenadas no Centro de Medicamentos do Paraná até o momento da distribuição, foi possível disponibilizar os imunizantes em um tempo menor para Curitiba, principalmente neste momento em que a vacinação está parada na cidade.

Beto Preto conta que a expectativa é de que ainda nesta sexta-feira (25) todos os demais municípios do estado possam receber doses e dar continuidade à vacinação. “Durante a manhã desta sexta-feira, a equipe do Cemepar está trabalhando na distribuição e envio das doses para que, até o fim do dia, todos os municípios possam retirá-las em suas respectivas Regionais de Saúde”, explicou.

LEIA TAMBÉM:

Doses

Para atendimento à população geral, Curitiba recebe 18.720 doses da Pfizer/BioNTech. A capital também recebe 12.805 doses da Janssen, que necessitam de apenas uma dose para imunização. Deste quantitativo, 7.130 são para trabalhadores do transporte coletivo, visto que a cidade possui grande concentração destes profissionais. As demais devem ser destinadas a pessoas em situação de rua, além da reserva técnica de 10%. Do lote de CoronaVac, 15.680 vacinas serão destinadas para Curitiba, para trabalhadores da assistência social, educação básica, ensino superior, gestantes e puérperas.

Todas as doses devem ser utilizadas como primeira aplicação (D1). A segunda dose (D2) será enviada posteriormente para garantia do prazo estipulado pelo Ministério da Saúde.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X