Paraná vai receber nova remessa com 220,9 mil vacinas contra Covid-19; parte chega nesta quinta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Ministério confirma nova remessa com 220,9 mil vacinas contra a Covid-19 ao Paraná. (Foto: Américo Antonio/SESA)

O Paraná receberá entre a tarde desta quinta-feira (8) e a madrugada de sexta-feira (9) mais 220.960 vacinas contra a Covid-19. São 173.160 doses do imunizante produzido pela Pfizer/BioNTech e outras 47.800 da CoronaVac, da parceria Butantan/Sinovac, que darão continuidade à vacinação da população geral. Da CoronaVac, a metade é para segunda dose (D2) por causa do prazo de aplicação (três semanas).

O lote da Pfizer está previsto para chegar ao Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 13h20, vindo com o voo LA-4791. Já o voo LA-3236 com as doses da CoronaVac está programado para pousar no início da madrugada de sexta, às 00h20. Assim que chegarem ao estado, os imunizantes serão recebidos e separados pelo Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), para serem distribuídos rapidamente entre as 22 Regionais de Saúde. 

Doses aplicadas

Até o momento, o Ministério da Saúde já entregou ao Paraná cerca de 8 milhões de imunizantes, sendo que 6.208.590 doses já foram aplicadas nos paranaenses e parte está reservada para a segunda dose dos grupos já iniciados. Foram aplicadas 4.726.429 primeiras doses e 1.482.161 pessoas já estão completamente imunizadas com a segunda ou com a dose única. 

Esta última remessa do Ministério conta com um montante de 3.126.376 doses que serão distribuídas entre os estados, com 2.401.140 doses da Pfizer e 725.236 da CoronaVac. A pasta entregou, em todo o País, 134.843.306 doses, sendo que 76,2 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma primeira dose de imunizante.

LEIA TAMBÉM:

Calendário

Segundo levantamento da Secretaria da Saúde, três em cada quatro cidades paranaenses já estão vacinando a população da faixa dos 40 anos contra a Covid-19. O calendário de vacinação estima que as pessoas com essa idade devem receber pelo menos a primeira dose ou a dose única até 18 de julho. O restante da população adulta será imunizada até o final de setembro.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X