Paraná vê resultados positivos com medidas de enfrentamento à pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O secretário da Saúde, Beto Preto, acompanhou na manhã deste domingo (4) a ação de vacinação contra a Covid-19 em Londrina, que faz parte da campanha estadual de imunização de domingo a domingo. (Foto: Divulgação/SESA)

O Paraná já observa resultados positivos com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a aplicação das medidas restritivas, em vigor até o dia 15 de abril. Em visita ao Centro de Imunização da Zona Norte, em Londrina, na manhã deste domingo (04), o secretário da Saúde, Beto Preto, comentou sobre a melhoria dos indicadores. “Um exemplo é o número testes com resultados positivos para a Covid-19, que chegou a bater em 48% e que hoje está em 28%. Isso nos dá confiança de que estamos no caminho certo neste enfrentamento”, disse.

O secretário agradeceu os profissionais de saúde que trabalharam no Domingo de Páscoa para imunizar mais paranaenses destacando que a campanha estadual de imunização de domingo a domingo é uma das estratégias do governo para acelerar a vacinação em todo o estado. “O objetivo é ampliar as possibilidades para que o cidadão receba sua dose. Para isso, contamos com a adesão de todos os municípios. Deixo aqui um agradecimento especial aos profissionais de saúde”, afirmou.

De acordo com Beto Preto, o Paraná tem capacidade instalada para imunizar cerca de 150 mil pessoas por dia, com estruturas completas e equipes qualificadas e preparadas. Ele reafirmou, ainda, a orientação para que as vacinas não fiquem estocadas. “Recomendamos aos prefeitos e secretários municipais de saúde que gastem todas as remessas enviadas pelo estado. Não deixem vacinas paradas”, afirmou.

Segunda dose em Curitiba

Segundo a prefeitura de Curitiba, para tomar a segunda dose é necessário que os familiares dos idosos incluídos nesta etapa os levem ao mesmo local, de preferência onde receberam a primeira. No dia, a pessoa deve apresentar um documento de identificação com foto, CPF e a carteirinha recebida na primeira aplicação. Os idosos acamados receberão a segunda dose nas suas residências dentro do prazo estabelecido para a segunda aplicação.

Para os trabalhadores da área da saúde, a vacinação é feita somente no Pavilhão da Cura. O agendamento da segunda dose é comunicado pelo aplicativo Saúde Já.

LEIA TAMBÉM:

Cronograma da segunda dose para idosos em Curitiba

•    78 anos completos nascidos entre 1º de janeiro e 30 de junho: segunda-feira, 5 de abril
•    78 anos completos nascidos entre 1º de julho e 31 de dezembro: terça-feira, 6 de abril
•    77 anos completos nascidos entre 1º de janeiro e 30 de junho: quarta-feira, 7 de abril
•    77 anos completos nascidos entre 1º de julho e 31 de dezembro: quinta-feira, 8 de abril
•    76 anos completos nascidos entre 1º de janeiro e 30 de junho: sexta-feira, 9 de abril
•    76 anos completos nascidos entre 1º de julho e 31 de dezembro: segunda-feira, 12 de abril
•    75 anos completos nascidos entre 1º de janeiro e 30 de junho: terça-feira, 13 de abril
•    75 anos completos nascidos entre 1º de julho e 31 de dezembro: quarta-feira, 14 de abril

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X