Parceria entre instituições vai levar refeições saudáveis a moradores de rua de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Os chefs Geovana Helena do Amaral, Leonardo Gonçalves de Moraes, Pedro Cianci (coordenador da Gastromotiva em Curitiba) e Adriano de Almeida, todos integrantes do Cozinha Solidária (da esquerda para a direita). (Fotos: Joel Rocha/Divulgação)

Três mil refeições saudáveis começaram a ser servidas nesta quinta-feira (2) a moradores de rua de Curitiba, no almoço. A ação, chamada Comida Que Faz Bem, é organizada pelo programa Alimentação Consciente Brasil (ACB) em parceria com a ONG Gastromotiva e apoio do programa municipal Mesa Solidária, da prefeitura. Os alimentos serão distribuídos pelos próximos 30 dias.

Os cardápios terão cinco receitas: espaguete integral com molho bolonhesa de lentilha e salada; feijoada, arroz integral, couve refogada com alho, farofa de banana e vinagrete; estrogonofe de grão-de-bico com creme de leite de inhame, arroz integral e batata assada com alecrim; proteína de soja de panela, arroz integral, feijão-preto e salada; polenta com molho de lentilha e salada.

As refeições começaram a ser servidas nesta quinta-feira a moradores de rua de Curitiba, no almoço. (Fotos: Joel Rocha/Divulgação)

O ACB será responsável por oferecer os recursos para a compra de insumos e a consultoria para a elaboração de receitas à base de vegetais. A Gastromotiva, por meio de seu projeto Cozinhas Solidárias, fará a compra dos insumos e a produção das refeições, que serão distribuídas nos espaços do programa Mesa Solidária na cidade. A distribuição será feita ao longo do mês de setembro.

“Nosso objetivo é encorajar instituições do poder público e indivíduos a ter uma alimentação saudável, aumentando o consumo de alimentos de origem vegetal, como frutas, legumes, verduras e grãos”, explica Alice Martins, gerente de Políticas Alimentares do Alimentação Consciente Brasil.

Os alimentos são preparados e servidos por integrantes de instituições religiosas, organizações não-governamentais e movimentos de apoio às pessoas de rua. (Fotos: Joel Rocha/Divulgação)

O programa Mesa Solidária é uma ação conjunta de vários órgãos do município, como a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), a Fundação de Ação Social (FAS) e a Secretaria Municipal de Defesa Social, que cedem espaços públicos e apoio logístico para instituições religiosas, organizações não-governamentais e movimentos de apoio às pessoas de rua, que adquirem, preparam e servem os alimentos.

“É uma alegria ver que cada vez mais os resultados sociais e alimentares promovidos pelo Mesa Solidária ser reconhecidos por importantes instituições, que se somam ao projeto com o intuito de viabilizar o acesso e proporcionar dignidade e consumo de alimentos saudáveis para as pessoas em situação de rua”, afirma o secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutrição de Curitiba, Luiz Dâmaso Gusi.

Atuação nacional

O projeto Comida Que Faz Bem, que nasceu em 2020 durante o fechamento das atividades por causa da pandemia, faz parte do programa Alimentação Consciente Brasil, da Mercy For Animals. No ano passado, o projeto ofereceu, em parceria com a organização Redes da Maré, cerca de três mil refeições à base de vegetais no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

O programa Alimentação Consciente Brasil, criado pela Mercy For Animals (MFA) no Brasil, em 2016, tem como principal objetivo substituir pelo menos 20% de ingredientes de origem animal por opções vegetais em instituições públicas que servem refeições em larga escala, como escolas, universidades, centros de assistência social e restaurantes populares em todo o país. Fundada há mais de 20 anos nos Estados Unidos e presente no Brasil desde 2015, a Mercy For Animals é uma das principais organizações sem fins lucrativos do mundo dedicada a combater a exploração de animais para consumo, especialmente em fazendas industriais e na indústria da pesca.

LEIA TAMBÉM:

Até 2021, ano em que o programa completou cinco anos de existência, mais de 15 milhões de refeições à base de vegetais foram servidas em cerca de 500 instituições parceiras, preparadas por mais de 900 profissionais de cozinha de redes municipais de educação e assistência social treinadas pelo ACB. Foram realizadas parcerias com municípios como Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Sinop (MT), São Gonçalo (RJ), Niterói (RJ), Campos dos Goytacazes (RJ) e com o Instituto Federal do Sul de Minas (MG).

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

2 comentários em “Parceria entre instituições vai levar refeições saudáveis a moradores de rua de Curitiba”

  1. Pingback: Parceria vai levar refeições saudáveis a moradores de rua de Curitiba - Clínica Estética em Santos

  2. Pingback: Parceria vai levar refeições saudáveis a moradores de rua de Curitiba - Prótese de Silicone em Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X