Parques de Curitiba seguem decreto estadual e têm restrições a partir desta terça-feira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

parques de curitiba
A medida consiste no fechamento dos portões das unidades cercadas e restrição de estacionamento. (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

A partir desta terça-feira (2), parques e outas unidades de conservação de Curitiba, que já vinham restringindo o fluxo de frequentadores aos domingos, agora seguem o último decreto do governo do estado também nos dias de semana para a prevenção à Covid-19. A medida consiste no fechamento dos portões das unidades cercadas, como o Jardim Botânico, o Bosque Capão da Imbuia e o Zoológico, entre outros.

Parques como o Barigui, Tingui e Náutico voltam a ter restrição de estacionamento todos os dias. As unidades restritas são aquelas que, em geral, recebem o maior número de visitantes. O acesso a esses locais e o estacionamento irregular serão monitorados e fiscalizados por agentes de trânsito e guardas municipais.

LEIA TAMBÉM:

A recomendação das secretarias municipais da Saúde e do Meio Ambiente é para que o uso das unidades de conservação que não podem ser fechadas seja para atividades individuais, visitas em família e contemplação rápidas e sem aglomeração.

Unidades de conservação fechadas e com estacionamentos restritos:

Jardim Botânico
Passeio Público
Parque General Iberê de Mattos (Parque Bacacheri)
Parque São Lourenço
Parque Lago Azul
Parque dos Tropeiros
Parque do Passaúna
Bosque Capão da Imbuia (Trilha “Caminho das Araucárias” do Museu Capão da Imbuia)
Bosque Alemão
Bosque do Papa
Bosque Vilinha do Atuba
Bosque Fazendinha
Bosque Zaninelli (Unilivre)
Parque Barigui
Parque Tingui
Parque Náutico
Parque Peladeiros
Parque Atuba

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X