Pedágios não serão cobrados a partir deste final de semana no Paraná

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redaçao

Até que novo contrato de concessão seja assinado, pedágios não serão cobrados em rodovias do Paraná (Foto: Geraldo Bubniak)

Neste final de semana, se encerram os contratos firmados pelo o estado com seis concessionárias que administram rodovias no Paraná. Com isso, os usuários que trafegarem pelas estradas que compõem o Anel de Integração não irão pagar pedágio. A medida segue até que um novo contrato seja assinado.

A passagem pela praça de pedágios desativadas também será alterada. Os veículos não vão mais passar pelas cancelas das pistas centrais, e sim pelas suas laterais. As pistas centrais, onde ficam as cabines, terão o tráfego bloqueado em ambos os sentidos pelas Polícia Rodoviária Federal e Polícia Rodoviária Estadual. Veja como fica no vídeo: https://youtu.be/7DTCb1ZIYh4

Plano de operação

Em coletiva para anunciar o plano de operação das rodovias a partir do fim das concessões na manhã desta sexta-feira (26), o governador Ratinho Jr. e os secretários estaduais de Infraestrutura, Saúde e Segurança Pública detalharam o plano de operação integrado que o governo do Estado criou para assumir a gestão das rodovias a partir do fim das concessões atuais.

A manutenção das rodovias federais retorna ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Já as rodovias estaduais ficam sob a administração do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR).

LEIA TAMBÉM:

Novos valores

O novo modelo proposto garante menor tarifa, sem limite de desconto e com a garantia de obras a partir de um seguro-usuário, e atualmente está em etapa de análise pelo Tribunal de Contas da União.

Com a nova modelagem de pedágio que será implantada no Paraná a partir de 2022, o percurso entre Curitiba e o litoral pela BR 277 que hoje custa R$ 23,30 passará para R$ 15,36. Já o trecho que vai da capital até Foz do Iguaçu, com distância de cerca de 640 quilômetros, ficará consideravelmente mais barato. A soma das tarifas nas nove praças passará dos atuais R$ 131,20 para R$ 85,26, uma redução de 35% logo na partida do contrato.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X