Petra: A Cidade Rosa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Em sua segunda coluna sobre viagens, a arquiteta Daniela Barranco conta sua passagem por Petra, na Jordânia. Ela criou o projeto “O mundo como inspiração” em que une o prazer por viagens à sua atividade profissional, projetar ambientes residenciais e comerciais.

O Al Khazneh ou o Tesouro é considerado o mais belo monumento de Petra e serviu como mausoléu real. (Fotos: Arquivo pessoal)
Petra está situada entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba.
Alguns passeios guiados podem ser feitos com camelos.
Situada 416 metros abaixo do nível do mar, Mujib é a reserva natural com a menor altitude do mundo.
Cada cúpula do Sun City Camp possui seu próprio terraço, móveis planejados e banheiro privativo.

Petra: A Cidade Rosa

Principal cartão-postal da Jordânia, a cidade foi fundada em 312 a.C e é considerada uma das sete maravilhas do mundo moderno

O fascínio turístico de Petra se dá por sua impressionante história e beleza. A cidade, localizada em uma área desértica da Jordânia, foi totalmente esculpida pelo povo Nabateu. Com sistema avançado de canalização de água, o local foi desenhado na face de enormes rochas rosadas e alaranjadas após uma sequência de cânions. Ficando conhecido como importante ponto de passagem de rotas comerciais árabes antes da dominação romana.

Petra é um sítio histórico fechado – e uma das sete maravilhas do mundo. A cidade que serve de base para a visita, Wadi Musa, é simples, pequena e forrada de hotéis, lojas e restaurantes. Tudo é bastante simples e o povo ainda não está preparado para a onda crescente de turismo. Em vários pontos, infelizmente, vemos pessoas vendendo suas mercadorias com varais ou ganchos presos nas colunas e paredes milenares dentro do sítio histórico. A falta de cuidado ainda é um ponto delicado devido aos costumes enraizados do povo, que, muitas vezes, não percebe a importância desse tesouro.

Dentro do sítio arqueológico, em uma caminhada de 15 minutos, é possível percorrer a fascinante entrada do local – um desfiladeiro, ora mais largo, ora bem estreito. São 1,2 km com rochas de até 100 metros de altura, que encantam com seus tons vermelhos, amarelos, pretos e brancos. Suas curvas dançam diante de nossos olhos, fazendo com que a expectativa aumente a cada passo até que, por uma fresta, é possível avistar a principal edificação de Petra: o Al Khazneh, mais conhecido como o Tesouro.

Entre os passeios que não podem faltar, uma visita ao Teatro está no topo da lista. Construído no estilo romano e com capacidade para 7.000 espectadores, o local foi também esculpido em pedra. Os assentos em semicírculo e algumas colunas ainda continuam em pé. O Mosteiro Al-Deir, que fica um pouco mais afastado, a 7 km do centro de visitantes, também é imperdível. Apesar do tempo para chegar lá, e dos mais de 800 degraus, o caminho pela terra rosada é maravilhoso e a caminhada sob o sol vale muito a pena.

Os destinos são inúmeros

Minha dica de experiência é um hotel muito diferente no meio do deserto de Wadi Rum, também conhecido como “Vale da Lua”. O hotel Sun City Camp oferece uma experiência aos que buscam conhecer melhor a cultura beduína e com um visual diferente das tendas comuns. As cúpulas do hotel formam um conjunto que lembra uma base espacial, nas quais os quartos ficam em bolhas no formato abobadado distribuídas nas areias do acampamento, mas com total conforto e muito estilo.

Para quem curte um pouco de aventura, vale a pena fazer um trekking em Wadi Mujib, que é a reserva natural com a menor altitude do mundo. A aventura, repleta de emoção e adrenalina, dura cerca de três horas e é um alívio no calor do deserto. No caminho, o visual e as luzes que refletem nos paredões são um presente à parte.

Veja Também

3 comentários em “Petra: A Cidade Rosa”

  1. I discovered your blog site on google and check a few of your early posts. Continue to keep up the very good operate. I just additional up your RSS feed to my MSN News Reader. Seeking forward to reading more from you later on!?

  2. You actually make it seem so easy with your presentation but I find this topic to be actually something which I think I would never understand. It seems too complicated and extremely broad for me. I am looking forward for your next post, I will try to get the hang of it!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X