Polícia Rodoviária do Paraná vai usar tecnologia de ponta para registrar autuações nas estradas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

A partir de agora a Polícia Rodoviária do Paraná passa a utilizar smartphones para o registro de autuações nas rodovias do estado. (Foto: Soldado Amanda Morais)

A Polícia Militar Rodoviária do Paraná passará a utilizar uma nova ferramenta para o registro de autuações de trânsito. Uma parceria com o Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná (DER-PR) possibilitou a doação de 80 smartphones que serão adaptados com aplicativos e informações que permitam lavrar o auto de infração diretamente do local de abordagem, dando agilidade ao trâmite para o condutor, que receberá em seu celular o comprovante do multa.

Os aparelhos estão recebendo atualizações e a preparação para ser utilizados nos 54 postos rodoviários e nas seis companhias da unidade em todo o estado. Desde o início do ano até este mês, o Batalhão de Polícia Rodoviária já lavrou mais de 85 mil autuações de diversas naturezas. Segundo o porta-voz do batalhão, tenente Sidnei Hudach, a maioria das infrações é relacionada à falta do porte de documentos obrigatórios (CNH e CLRV), pendências administrativas do veículo ou do condutor, e falta de habilitação legal.

Uma parceria com o DER-PR possibilitou a doação de 80 smartphones que serão adaptados para possibilitar lavrar o auto de infração diretamente do local de abordagem. (Foto: Divulgação/AEN)

“Com o celular institucional e dados móveis, o policial rodoviário poderá fazer a lavratura da autuação mais rapidamente, diretamente do local onde foi constatada a infração”, explica Hudach. O principal recurso que será usado é o aplicativo GIT-Mobile (Gestão de Infrações de Trânsito), desenvolvido pela Celepar e pelo Detran-PR para uso restrito dos policiais militares habilitados para a fiscalização de trânsito. Com o app é possível lavrar os autos de infração, fazer o registro de imagens, a obtenção de assinatura de condutores e consultas de veículos.

LEIA TAMBÉM:

Segundo o tenente Sidnei Hudach, até então o policial militar fazia a autuação no bloco físico, que depois era inserido no sistema, ou diretamente no site GIT pelo computador. Com a criação da versão Mobile e o uso no celular, o condutor recebe a notificação da infração por e-mail em até 24 horas.

Os celulares doados pelo DER-PR possuem dados móveis do estado e serão formatados pela Diretoria de Desenvolvimento Tecnológico e Qualidade. Vão receber os aplicativos de segurança pública que só envolvam o policiamento rodoviário e sejam destinados apenas à fiscalização e autuação, com acesso por login e senha, para depois serem distribuídos aos postos da Polícia Rodoviária e às companhias do BPRv de todo o estado.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X