Porto de Paranaguá faz o maior embarque de ônibus de sua história; veículos vão para países africanos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Os 155 veículos serão levados para os portos de Boma, no Congo, e Luanda, em Angola. (Foto: Claudio Neves)

O Porto de Paranaguá registrou nesta sexta-feira (13) o maior embarque de ônibus de sua história. Em um único lote, o navio Maestro Universe recebeu 155 veículos que serão levados para os portos de Boma, no Congo, e Luanda, em Angola. A viagem deve durar entre dez e 13 dias até os destinos. Este é o segundo de um lote de exportação fechado pela empresa Marcopolo com países do continente africano. No primeiro, realizado em outubro, foram embarcados 110 ônibus que também foram levados para o porto de Boma, na República Democrática do Congo. Desta vez, além de veículos da própria montadora, 31 ônibus da Caio (modelo Apache, chassi Man) também compõem a carga. Para o Congo, irão 110 ônibus Marcopolo Torino (chassi Volvo), produzidos em Curitiba.

Em um único lote, o navio Maestro Universe recebeu 155 veículos. (Foto: Claudio Neves)

O Maestro Universe é um navio Ro-ro, específico para transportar veículos (cargas rolantes). A embarcação mede 160 metros de comprimento e 22 de largura. Porém, o diferencial é a altura dos quatro decks que dispõe para esse transporte. O navio suporta tanto a altura de cada ônibus, quanto o peso total do lote fechado. “Esses grandes embarques têm muita representatividade para os portos do Paraná. Sermos escolhidos por um grande fabricante nacional para o embarque dos seus produtos indica o alto grau de eficiência da gestão portuária”, afirma o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior.

A viagem deve durar entre dez e 13 dias até os destinos. (Foto: Claudio Neves)

Segundo Gilberto Lima, diretor da Wasa Projects e Logistics, empresa responsável pelo projeto de embarques dos ônibus para a África ocidental e pela vinda dos navios Ro-ro ao Porto de Paranaguá, a confiança no operador portuário e no porto paranaense foram determinantes para que a operação fosse realizada no terminal paranaense. “Paranaguá é um porto central. Além disso, o custo, disparadamente, é o melhor de todos. Então, posso dizer que a praticidade do porto, a localização e preço contribuíram 100% para desenvolver esse projeto aqui”, afirma Lima. Ainda segundo ele, o navio Maestro Universe deve ficar na linha (Paranaguá-África) pelo menos até meados de 2021. A previsão, portanto, é de novos embarques em portos brasileiros, principalmente em Paranaguá.

LEIA TAMBÉM:

O embarque desta sexta-feira quebra a marca alcançada pela exportação de um lote único de 130 ônibus, embarcado no último mês de julho no navio Ulusoy 5, com destino a Luanda, Angola. Novos embarques estão previstos já para meados de dezembro deste ano e janeiro de 2021. A operadora da carga é a empresa Marcon, que atua desde 1964 em Paranaguá. A empresa realiza movimentação de veículos para importação e exportação desde o início da estruturação desta modalidade operacional.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X